Casal foi preso em flagrante horas após crime.

Carro foi encontrado minutos após prisão do casal (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Uma garota de programa e o namorado dela foram presos nesta segunda-feira (27) suspeitos pela morte de Jocemar Olívio Tschoke, de 55 anos, em Rio Negro, na região metropolitana de Curitiba. O casal foi detido em flagrante e ela confessou o crime.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta de quatro horas da madrugada, próximo a praça do pedágio, na BR-116. O casal encontrou Tschoke em um bar, que ficava às margens da rodovia. A mulher, então, propôs um programa para a vítima, mas a condição era que ele desse uma carona para seu parceiro – o qual ela apresentou como amigo – até Campo Largo e depois o retorno para Rio Negro.

Diante da situação, os três deixaram o bar e seguiram no veículo da vítima, um Gol preto. Próximo ao pedágio, Tschoke desceu do veículo para urinar e foi surpreendido pelo rapaz de 25 anos, que efetuou três disparos de arma de fogo contra ele. A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Em seguida, o casal fugiu do lugar, levando o Gol.

Assim que a polícia soube do fato, iniciou as investigações com o objetivo de solucionar o crime. Após algumas horas a equipe conseguiu identificar e encontrá-los na residência da garota de programa. No local, os policiais encontraram a arma utilizada para matar Tschoke e a chave de seu veículo.

De acordo com o delegado-titular da unidade, Sérgio Luiz Alves, na delegacia, a jovem confessou e detalhou todo o crime, já seu namorado permaneceu em silêncio e se resguardou no direito de falar apenas em juízo. “O rapaz estava em liberdade há dois meses, após cumprir dez meses de pena pelo crime de roubo no Sistema Penitenciário”, informou Alves.

O casal foi autuado em flagrante pelo crime de latrocínio, se condenado poderá pegar até 30 anos de prisão em regime fechado.

Fonte: Banda B

 

Compartilhe: