A brutalidade usada nas agressões, que foram praticadas com um botijão de gás, chocou toda a comunidade 

Horides Teixeira, de 70 anos, que foi vítima de tentativa de latrocínio, entrou em óbito na manhã desta terça-feira (05), no Hospital Cemil, em Umuarama.  O corpo dele está no Instituto Médico Legal (IML).

O idoso tinha desaparecido em 12 de novembro e, no dia seguinte, foi encontrado em um canavial, perto do trevo de Mariluz, com cortes profundos na cabeça, resultado de uma covarde agressão com um botijão de gás. Ainda com vida, ele foi socorrido e transferido para um hospital de Campo Mourão, se recuperou, recebeu alta médica e voltou para casa, em Umuarama. Tudo parecia bem, mas o idoso começou passar mal e foi internado novamente na última quarta-feira (29) . Ele já não conseguia mais falar, foi para a UTI, não resistiu e faleceu. 

Eduardo Rodrigues, de 23 anos, foi acusado pela esposa de ter sido o autor do crime. Ele teria armado uma emboscada para o idoso e, depois das inúmeras agressões, levado seu veículo corolla ao Paraguai. Eduardo foi preso após se apresentar na delegacia de polícia civil.

 

 

 

Compartilhe: