Maior parte das multas foi por excesso de velocidade. César Augusto Monteiro Alves Júnior foi multado 4 vezes por avançar o sinal

O delegado César Augusto, diretor do Detran-MG, é paulista de Guaratinguetá

O novo diretor do Detran de Minas Gerais tem 120 pontos na carteira de motorista. Apesar de ter pago quase todas as multas, ele alega que nunca tinha recebido as notificações.

A maior parte das multas atribuídas a César Augusto Monteiro Alves Júnior foi por excesso de velocidade. O Jornal Nacional teve acesso ao prontuário publicado no jornal O Globo.

Por 18 vezes, o chefe do Detran de Minas foi multado por ultrapassar o limite de velocidade em até 20%. Por três vezes, a multa foi por andar entre 20 e 50% acima do limite permitido.   Infrações cometidas, principalmente, nas Rodovias Anhanguera e Dom Pedro I, em São Paulo. Por quatro vezes, o delegado foi multado por avançar o sinal vermelho, infração gravíssima.

Ao todo: 120 pontos acumulados entre 2014 e 2017. Só no ano passado, foram 30 pontos. Pela lei, quando o motorista atinge 20 pontos, no período de um ano, perde a carteira e é aberto um processo administrativo. Ainda assim, em dezembro do ano passado, o delegado César Augusto Monteiro assumiu a direção do Departamento de Trânsito de Minas Gerais.

Quatro carros aparecem no prontuário em nome dele. No site do Detran de Minas, só em um dos carros em nome do delegado, há 21 multas. Onze delas foram pagas.

“Como diretor do Detran já determinei imediatamente que instaurasse um procedimento administrativo contra mim para que apurasse as irresponsabilidades e que fosse punido conforme qualquer cidadão”, diz César Augusto Monteiro Alves Júnior

Por lei o condutor nessa situação tem que entregar a carteira ao Detran e fazer o curso de reciclagem para retomar a habilitação.

“Eu vou parar de dirigir nesse momento, vou aguardar o processo”, afirma o diretor.

A assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais, responsável pelo Detran, disse que César Augusto Monteiro Alves Junior será mantido no cargo. O Jornal Nacional não conseguiu contato com a assessoria do governador Fernando Pimentel.

Fonte: G1

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.