Imagem ilustrativa

Cinco homens foram presos na Argentina acusados de cometer um crime gravíssimo, violência sexual seguida da morte de uma adolescente de apenas 15 anos. Todos os homens são brasileiros e moram na Bahia, sendo quatro deles da cidade de Cipó, e outro criminoso seria oriundo da cidade de Feira de Santana, ambas cidades conhecidas da região.

O estupro coletivo, como mostram as autoridades da região, teria ocorrido na virada do ano. Após a morte ter sido identificada, os baianos foram presos pelos agentes da lei já no dia primeiro do ano. 

Cinco homens são presos após abuso de menina de 15 anos. O crime teve grande repercussão em todo o mundo, mas algo ainda mais terrível aconteceu.

Isso porque a irmã da vítima, que estava a sua procura, já achou o seu corpo sem vida. A morta foi identificada como Diana Lopez, que teve o seu cadáver achado em uma pensão da região de Corrientes.

Os detalhes do crime são realmente assustadores. Muita coisa ainda precisa ser esclarecida. Já se sabe, por exemplo, que a falecida foi encontrada completamente nua. O seu corpo também tinha marcas de que havia sido espancado anteriormente.

Vítima teve sangramento nas partes íntimas; corpo foi achado pela irmã. Para piorar ainda mais, Diana Lopez pode ter sido estuprada na frente do filho. Isso porque o seu corpo foi encontrado ao lado do bebê, que tem apenas 6 meses de idade. A jovem #Argentina também estava com sangramento em sua região íntima.

Os jornais argentinos, é claro, deram espaço ao caso.

Alguns até trouxeram as informações bárbaras em primeira mão. Um dos presos é Wenderson de Souza Bacelar, que tem 21 anos de idade.

Namorado brasileiro teria armado o crime na argentina. Para a polícia, Wenderson seria namorado da jovem que morreu. Os nomes dos demais suspeitos não foram revelados pela polícia, que trabalha para tentar ajudar a identificar o que realmente aconteceu com a jovem. O pai de Wenderson, Edcarlos Bacelar, deu uma entrevista aos jornalistas sobre o assunto.

Ele revelou, por exemplo, que o filho foi para a Argentina há seis meses vender redes. Em seguida, Edcarlos contou que o filho já tem uma mulher no Brasil, com quem tem um filho de 1 ano, mas disse que o rapaz tinha envolvimento com a jovem argentina.

Pai nega que filho tenha matado namorada da Argentina; relembre estupro coletivo no Brasil

Ele nega, entretanto, que o seu filho seria capaz de um crime tão bárbaro como esse e garante que tem certeza que logo as coisas vão ser esclarecidas. No ano de 2016, uma vítima de 16 anos foi abusada no Rio de Janeiro.

O crime contra ela acabou chamando a atenção de todo o país naquela época. A jovem chegou a dizer que foi estuprada por mais de 30 homens. Um vídeo mostrando parte dos abusos chegou a cair na internet e revoltou o Brasil, tendo também repercussão internacional.

Fonte:  mceara

Compartilhe: