Um homem foi preso por romper a tornozeleira eletrônica e passar um nome falso para a Polícia Militar na noite de domingo (8), durante o atendimento de uma briga generalizada na Rua Braz Lucas Terual, no bairro Jardim Vista Bela, em Londrina.

A equipe havia sido acionada por populares, que relataram que uma mulher havia sido agredida durante uma briga e estava desmaiada no local. O Siate foi acionado para socorrer a vítima e, durante a espera da ambulância, um homem que estava tumultuando o atendimento da equipe policial foi abordado.

O suspeito passou um nome para a equipe, mas a mãe do homem, que estava próxima, corrigiu a informação e disse que o nome do filho era outro. Em consulta ao sistema, foi constatado que o homem devia estar utilizando tornozeleira eletrônica, mas rompeu o equipamento de monitoramento no dia 14 de junho deste ano. O homem foi detido por dano e falsidade ideológica e encaminhado para a Central de Flagrantes.

Ainda durante o atendimento, a mãe de um adolescente informou que o jovem também tinha sido agredido durante a briga. Com isso, a mulher e o adolescente foram encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento e para o Pronto Atendimento Infantil, respectivamente, para receber cuidados médicos.

Nenhum dos envolvidos esclareceu para a polícia quem estaria na briga que deixou as vítimas feridas e nem a motivação para o crime.

(Massa News)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.