O PSB baixou uma resolução da executiva nacional que impede o partido de coligar com o PSL. No Paraná, O deputado Fernando Francischini, candidato ao Senado, fica impedido de coligar na chapa de Cida Borgheti e Beto Richa, como caminhavam as negociações.

Agastado, Francischini reuniu a tropa e decidiu. Sai a senador pelo PSL, Patriota e mais algumas siglas pequenas. Para governador sairá o advogado e jornalista Ogier Buchi, que era candidato a deputado federal. Dizem os jornalistas que cobrem as ações do PSL, que esta chapa terá como característica principal fazer oposição cerrada a Beto Richa, o candidato tucano ao Senado, hoje na chapa de Cida Borgheti. E apoiar a candidatura presidencial de Jair Bolsonaro.

O Patriota, partido que apoia Bolsonaro e Francischini, entrará na coligação comandado pelo Japonês da Federal que também assumirá a coordenação da campanha.

(Por Fábio Campana)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.