Uma mulher foi ameaçada de morte por vizinhos após matar um cachorro a pauladas em Maringá, no norte do Paraná, na noite de segunda-feira (21). Ela foi levada para o Batalhão da Polícia Militar (PM), assinou um termo circunstanciado e liberada.

De acordo com o Tenente Joâo Correia, da PM de Maringá, a mulher contou que estava passeando com seu cão, como faz todas as noites, quando um cão da raça Pinscher saiu da garagem e foi pra cima do animal dela.

“Ela contou pra gente que, para afastar outros cães, sempre sai passear com o seu cachorro com um pedaço de cabo de vassoura nas mãos. Nessa noite, um morador abriu a garagem para entrar com o carro e, neste momento, este Pinscher teria ido pra cima do cão da mulher na rua. Ela diz que bateu com o pedaço de pau no chão e que acertou o cãozinho de forma não intencional. A princípio, o dono do cão atingido disse que o ataque foi intencional. Agora, um inquérito para investigar o crime de maus-tratos a animais deve ser aberto e testemunhas ouvidas”, afirmou o tenente.

Moradores que presenciaram a cena disseram que ela golpeou o Pinscher várias vezes. o animal morreu na hora. Ameaçada, ela mesma chamou a polícia.

“Ela ligou para a PM dizendo que estava sendo ameaçada de morte por alguns moradores. Fomos até o local e constatamos que o cão estava morto e todos estavam bastante exaltados”, completou o tenente.

Uma audiência foi marcada no Fórum de Justiça para abril. A mulher deve responder pelo crime de maus-tratos contra animais. A pena para esse tipo de caso pode chegar a um ano e quatro meses. Uma multa de até R$2 mil também pode ser aplicada.

(Fonte: Banda B)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.