Umuarama – Adolescentes do Grupo Escoteiro de Umuarama participaram de uma manhã de interação com os 80 internos do Lar São Vicente de Paulo, em Umuarama.
A garotada jogou truco, conversou com os idosos e promoveu transformações e proporcionou alegrias com as internas usando maquiagem, bijuterias e esmalte. A ação ocorreu neste sábado (9).

COISAS SIMPLES

“Percebi que eles ficam contentes com coisas que normalmente não valorizamos no nosso dia-a-dia, como um batom ou uma pulseira. É muito bom ter essa experiência”, afirmou a senior Maria Paula Gongora, 16 anos.
Ela já convive com pessoas mais experientes, como o bisavô de 101 anos.
Ela e outras escoteiras usaram a maquiagem, esmalte e bijus para alegrar muita gente. “Fiquei bem bonita. Também quero essa pulseira”, disse Djanira Rodrigues de Souza, 52 anos.
“Nunca tinha vindo aqui. Todos são bem simpáticos. Não tenho parentes idosos assim, então não tive experiências assim antes”, relatou Dhiovanna Vitória Sanches, 15 anos.

AMOR AO PRÓXIMO

Segundo o presidente do Grupo Escoteiro Umuarama, Dênis Molina, atividades como essa buscam despertar nos adolescentes o sentido de solidariedade e a importância de conviver e respeitar pessoas mais velhas.
“Buscamos trabalhar valores e o amor ao próximo é um deles. Sabemos que a visita aqui hoje é a primeira vez para muitos dos nossos jovens e esperamos poder repetir essa atividade e despertar neles o gosto por novas visitas, inclusive com suas famílias”, afirmou.

As atividades foram no sentido de promover a interação com os idosos

DATAS COMUNS

Segundo a assistente administrativa Franciele Patrícia Vassi, as visitas são muito comuns em datas comemorativas. “É importantes as pessoas virem em dias comuns e não apenas nos dias dos Pais, Mães ou Natal. Nossos idosos gostam e precisam desse contato”, explicou.
Franciele ressaltou que a equipe técnica procura realizar atividades para sair da rotina.
“Esta semana fizemos um churrasco de espetinhos. Colocamos uma churrasqueira grande no pátio e muitas mesas para eles poderem sair da rotina e se divertirem”, explicou.

BAZAR

Quem quiser colaborar pode doar e também comprar diversos objetos no bazar mantido na própria entidade. O funcionamento é durante a semana, em horário comercial.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.