Ao completar 72 dias de mandato como parlamentar o deputado Estadual de Umuarama delegado Fernando (PSL) fez uma avaliação do trabalho e das demandas do município e da região que estão sendo tratadas junto ao governo do Estado.

Em entrevista nesta sexta-feira (12) ele rebateu críticas feitas pelo vice-prefeito Hermes Pimentel (PSDC), que nesta semana ocupou o cargo de prefeito, devido a uma viagem de Celso Pozzobom (PSC) a Alemanha.

Na última quinta-feira (11) Pimentel afirmou, no Bianca News, que o deputado era contra a construção da Casa de Custódia em Umuarama e que deveria ter articulado melhor o projeto de construção junto ao governo do Estado.

Ao falar sobre as declarações o deputado fez um desabado sobre a situação administrativa e política de Umuarama. Afirmou ter sido jogado para escanteio pelo atual prefeito e fez duras críticas ao governo municipal e a forma como tem conduzido as questões importantes para Umuarama.

Durante a entrevista o deputado também anunciou a criação de uma frente parlamentar do Noroeste na Assembleia Legislativa do Paraná e antecipou que o governo deve liberar nos próximos dias meio bilhão de reais para recuperação de rodovias em todo o Paraná.

Declarações 

Na última quinta-feira (11) em entrevista ao programa Bianca News o prefeito em exercício Hermes Pimentel fez críticas ao deputado Estadual delegado Fernando (PSL).
Pimentel afirmou que o deputado era contra a construção e que estaria trabalhando para que a obra não fosse realizada.

“Alguém fala lá perto da minha casa também não quero e vêm aqui políticos vereadores e até deputados que falaram na mídia que eram contra. Se o deputado é contra uma verba que saiu do Estado e ele representa Umuarama, na hora que articulou o projeto lá, ele tinha que ter pego o projeto e embasado”, afirmou.
Em outro trecho Pimentel afirma “não estou criticando, gosto do nosso deputado Estadual, mas ele errou na hora em falar que não queria perto da casa dele porque ele está incentivando a não vir à cadeia para a cidade”, disse.

Polêmica 

A polêmica entre o governo municipal e deputado Estadual delegado Fernando (PSL) vem após a aprovação por 5 votos a 3 de um projeto enviado pelo executivo a Câmara de Vereadores.

O PL concede a posse de um imóvel ao Estado para viabilize à construção da Casa de Custódia no bairro São Cristóvão. Os moradores reclamam que não foram ouvidos e que são contra a construção da obra no local.
As duas sessões extraordinárias para a aprovação do projeto foram marcadas por muito tumulto e protesto dos moradores e sob forte esquema de segurança.

(Fonte: Jornalista Rodrigo Mello/Bianca News)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.