Polícia Civil do Paraná investiga um suposto caso de estupro de vulnerável*dentro da Universidade Positivo, no Campo Comprido, em Curitiba, na noite desta terça-feira (21). De acordo com uma fonte da Banda B, por volta das 23 horas, o pai de uma estudante chegou ao campus para buscar a filha e, como não a encontrou, acionou a vigilância da universidade.

Ainda de acordo com a fonte, que não será identificada, durante buscas na região, o segurança localizou a jovem junto com outro estudante próximo ao lago, dentro do campus. A Polícia Militar foi chamada.

A fonte relata que a estudante estava embriagada, sem condições de falar e com as calças abaixadas ao lado do rapaz.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e encaminhou a jovem para uma Unidade de Pronto Atendimento de Curitiba. O rapaz foi levado para a Delegacia da Mulher.

Desdobramentos

Ao receber a denúncia, a Banda B conseguiu detalhes da ocorrência com uma fonte, que esteve no local e pediu para ter o nome preservado. Todos os envolvidos foram procurados.

A assessoria da Polícia Civil disse que, “por se tratar de um crime sexual, o caso corre em segredo de justiça e não será repassado nenhum detalhe”. A Polícia não informou sequer se o suspeito de estupro permanece preso.

A assessoria da Universidade Positivo confirmou a ocorrência e diz que a investigação está sendo feita pelas autoridades competentes. Segue a nota da UP:

“Na noite do dia 21, identificamos um incidente envolvendo dois alunos, colegas de turma. A ocorrência está sendo conduzida pelas autoridades competentes”.

A Banda B também procurou a assessoria da prefeitura de Curitiba, para obter mais informações sobre o atendimento da jovem na UPA. A prefeitura confirmou o atendimento com a seguinte nota:

“A paciente foi atendida pelo Samu, avaliada na UPA e encaminhada para continuidade assistencial em hospital de referência”, sem dar mais detalhes.

*O caso é investigado como suposto caso de estupro de vulnerável porque a jovem, mesmo sendo maior de 18 anos, teria sinais de embriaguez. O crime de estupro de vulnerável, de acordo com o artigo 27 do Código Penal, engloba os casos de embriaguez, desde que esta embriaguez possa deixar a vítima realmente vulnerável, ou seja, sem capacidade de oferecer resistência ao ato sexual/libidinoso.

Outro caso

Em janeiro de 2018, a Polícia Civil descobriu que a denúncia de estupro feita por uma estudante da Universidade Positivo tratava-se, na verdade, de uma falsa comunicação de crime. A jovem alegou questões financeiras e pessoais para mentir e mobilizar a polícia e colegas de universidade.

Fonte: http://www.bandab.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.