Os dispositivos eletrônicos de monitoramento de velocidade sem a emissão de multas já estão funcionando em Umuarama. Na última quinta-feira, 20, a Diretoria de Trânsito do município (Umutrans) acionou os 10 primeiros conjuntos de “Anjinhos”, que informam a velocidade máxima permitida em cada via e alertam os motoristas caso eles se aproximem ou superem este limite.

O equipamento utiliza uma estrutura semelhante a um semáforo. “A finalidade é educar o motorista, alertando-o sobre a velocidade praticada. Queremos motivar os mais apressados a mudar de comportamento antes que provoquem acidentes”, apontou a diretora da Umutrans, Dianês Maria Piffer.

Os primeiros “Anjinhos” foram instaladas na Avenida Tiradentes (sentido viaduto), dois na Dr. Ângelo Moreira da Fonseca (sentido PR-323 e sentido centro), Avenida Ivo Shizuo Sooma (sentido Sonho Meu), Av. Pedromiro José Fernandes (Parque Jabuticabeiras, sentido centro), Av. Portugal (sentido centro), Av. Ariovaldo Rodrigues de Moraes (sentido PR-323), Av. Paraná (Lago Aratimbó) e nas esquinas das ruas Ministro Oliveira Salazar com José Honório Ramos e Doutor Camargo com Av. Flórida.

O indicador de velocidade alerta o motorista com a palavra ‘perigo’ em vermelho, quando ele exceder o limite de velocidade da via; emite ‘alerta’ em amarelo quando o veículo estiver próximo do limite e ‘parabéns’ em verde, para quem trafegar abaixo da velocidade estabelecida para o referido trecho. O sistema é dotado de câmeras integradas à Guarda Municipal e à Secretaria de Segurança Pública do Estado para emitir alertas quando flagrar – por meio de leitor de placas OCR – a passagem de veículos com registro de furto ou roubo.

Com o dispositivo acionado, a expectativa da Umutrans é dar mais segurança e fluidez ao trânsito – uma vez que nos locais equipados os quebra-molas estão sendo eliminados. Desde 2007 o município recebeu mais de 500 pedidos de construção de quebra-molas, mas nenhum foi construído. A opção adotada para conter a velocidade dos veículos é a educativa, por meio de campanhas de orientação e de recursos tecnológicos como a fiscalização eletrônica e os “Anjinhos”. Cerca de 30 quebra-molas foram ou serão retirados nos próximos dias.

“Desta forma, veículos que prestam socorro (como ambulâncias), caminhões de combate a incêndios do Corpo de Bombeiros e as viaturas policiais poderão desenvolver maior velocidade quando necessário, para socorrer feridos em acidentes ou com sérios problemas de saúde”, acrescentou o prefeito Celso Pozzobom.

Quando uma ambulância vai socorrer um ferido, os cinco primeiros minutos são essenciais para o atendimento, podendo determinar a sobrevivência ou não do acidentado. “Muitas vezes o excesso de quebra-molas acaba atrasando esse socorro emergencial, aumentando os riscos para o ferido. Pensando em todos esses fatores, o município vem optando pela educação no trânsito e tomando uma série de medidas para aumentar a segurança”, acrescentou a diretora da Umutrans.

Também haverá fiscalização através de radar estático móvel e das câmeras de avanço de sinal vermelho já instaladas nos semáforos, porém apenas os motoristas infratores são penalizados. “Nossa aposta é que a maioria vai respeitar a sinalização e os limites de velocidade não apenas para evitar multas, mas por questão de segurança própria e de terceiros que convivem no trânsito”, completou Dianês Piffer.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.