Uma equipe do Ambulatório de Infectologia da Secretaria de Saúde de Umuarama participará do 12º Congresso da Sociedade Brasileira de IST, 8º Congresso Brasileiro de Aids e 3º Congresso Latino Americano IST/HIV/Aids, que serão realizados de 22 a 25 de setembro de 2019 na Hotel Bourbon, em Foz do Iguaçu (PR).

Os congressos, que acontecem paralelamente, são considerados de suma importância para o desenvolvimento dos trabalhos que envolvem prevenção e tratamento as infecções sexualmente transmissíveis – as chamadas ISTs – HIV e Aids em nível nacional. Nos eventos serão apresentadas atualidades que envolvem os agravos, diagnósticos diferenciais, relato e troca de experiências, assim como os desafios frente as IST.

Além que adquirir conhecimentos com a participação no congresso, o Ambulatório de Infectologia submeteu o trabalho para ser apresentado e foi aprovado, de acordo com as normas de submissão do congresso. “Apresentaremos o relato de experiência do projeto ‘Sexualidade na Escola’, desenvolvido em escolas da rede pública com alunos que cursam o ensino fundamental, onde atuamos de forma pontual (orientações e palestras) e de forma expandida (com orientações, palestras, dinâmicas, vídeos, rodas de conversas e oficinas com duração de 8 meses)”, explicou a coordenadora, psicóloga Lucineia Ceolin.

O projeto leva uma série de temas para serem abordados com os alunos, durante os encontros, que fazem parte da adolescência – como saúde mental, gravidez na adolescência, uso de substâncias químicas, tabagismo e violência, dentre outros. “Além de atualizar os conhecimentos sobre as ISTs, nos congressos, é importante à nossa equipe dividir com os participantes as nossas experiências de sucesso”, aponta a secretária municipal de Saúde, Cecília Cividini.

O projeto “Sexualidade na Escola” tem dado ótimos resultados, segundo a secretária, ao envolver os adolescentes na discussão desse tema. “É nesta fase que precisamos reforçar a prevenção, tanto para o momento da vida deles quanto para o futuro. O projeto atua na linguagem dos alunos, aproveita a percepção que eles têm da sociedade e estimula a criatividade, através da produção de textos e desenhos. Por isso consegue envolvê-los tão bem”, completou Cecília.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.