Aciu fará o “Arraiá de Consultas” nos dias 11 e 12 de julho, com desconto de 50% Ter o nome negativado afasta o consumidor das lojas. E muitas pessoas não sabem se estão ou não no banco de dados de inadimplentes. Para estimular que o cidadão volte a consumir, a Aciu (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama) vai realizar a campanha “Arraiá de Consultas SPC Brasil”. Nos dias 11 e 12 de julho as consultas ao SPC-Brasil-Serasa feitas no balcão da entidade terão desconto de 50%.

O presidente da Aciu, Orlando Luiz Santos, ressalta porém que não se trata de uma campanha para a renegociação de dívidas. “Esta ação visa somente levar informação sobre a situação cadastral do consumidor. De posse do documento com seus débitos, o cidadão deve procurar pessoalmente a empresa e propor um acordo. Seguramente a maioria das empresas têm interesse em negociar”, afirma.

De acordo com Regina Mariani Santana, diretora setorial do SPC na Aciu, muitas pessoas nem sabem que têm o nome incluído no banco de dados de inadimplentes. “É bastante comum pessoas ‘emprestarem’ o nome. Principalmente para parentes e amigos. Depois não vão atrás para saber se essas contas foram realmente pagas e podem ter sido negativadas. Só vão saber em algum momento que vão fazer uma compra ou alguma transação bancária, por
exemplo. Essa campanha veio para que as pessoas evitem essas ‘surpresas desagradáveis’”,
explica.

Segundo ela, a campanha “Arraiá de Consultas” vem para ajudar o consumidor evitar o de não conseguir comprar alguma coisa em uma loja — ou para evitar de ter
problemas ao contratar empréstimos ou utilizar o cartão de crédito justamente quando mais precisa. “É bom estar sempre de olho nos cadastros, até por questão de falsificações de assinaturas, que podem levar consumidores à inadimplência injustamente”,comenta.

SERVIÇO

“Arraiá de Consultas SPC Brasil” – Data: 11 e 12 de julho – Horário: das 8h às 18h – Local: Aciu (Praça Hênio Romagnolli no 3800).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.