O curso de Odontologia da Universidade Paranaense fechou uma parceria com o Ministério Público de Xambrê para levar saúde bucal às crianças do município. Com a participação de 35 acadêmicos, uma grande ação já aconteceu.

A iniciativa veio do Promotor de Justiça Mario Augusto de Lucena que, ao realizar uma pesquisa com os profissionais da saúde da cidade sobre as falhas na saúde básica, identificou a saúde bucal como prioridade. A partir do contato com a professora Vanessa Rodrigues, estabeleceu-se a parceria com a Unipar.

Acadêmicos realizam avaliação bucal em crianças no Colégio Estadual Paulo VI

Nessa primeira etapa da ação, grupos de acadêmicos estiveram nas escolas da cidade e distritos, onde realizaram avaliação bucal. Foram contempladas 624 crianças do ensino fundamental e médio.

Todo o trabalho foi coordenado pela professora Vanessa. “Fizemos um levantamento de cada caso e, aqueles que necessitam de atendimento, serão encaminhados para a Clínica Odontológica da Unipar”, informa.

A acadêmica Karoline Prado, que participou da ação, conta que foi uma experiência gratificante: “Foi uma oportunidade de estar fora da sala de aula, em contato com as comunidades, vivenciando a realidade de cada uma… Isso é fundamental para nossa aprendizagem. Mais do que isso, poder interagir e proporcionar benefícios para pessoas que têm essa carência foi excepcional”.

Professora Vanessa Rodrigues orienta acadêmicos nos atendimentos

A acadêmica Gabrielly Vieira, que também estava na equipe da Unipar, ressalta que essa experiência é um diferencial na graduação: “Ações como essa nos permitem colocar em prática as teorias adquiridas em sala de aula e acrescentam muito conhecimento à nossa formação, de modo que saímos da universidade melhor preparados para o mercado de trabalho”.

Diante do sucesso da ação, a assessora do promotor, Maiara Gouveia, conta que o objetivo é expandir o atendimento odontológico, tanto na cidade de Xambrê, quanto nos distritos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.