Um homem suspeito de matar a ex-mulher e atear fogo no carro com o corpo dentro, foi preso em Guapirama, no norte do Paraná, no domingo (07). O crime ocorreu no início da tarde e o suspeito foi detido horas após.

O homem de 31 anos confessou o feminicídio em depoimento à polícia e alegou ter cometido por ciúmes.

Segundo a polícia, ele afirmou que o carro estava com a ex e que foi ao encontro dela para pegar alguns pertences.

O homem ainda afirmou que chamou a mulher para conversar e que a agrediu com socos e na sequência asfixiou a vítima até ela ficar desacordada.

O suspeito ainda relatou aos policiais que colocou o corpo no banco traseiro do veículo e ateou fogo.

Segundo a polícia, os dois estavam separados há dois meses. A mulher de 30 anos tinha três filhos, dois deles com o suspeito.

Na conclusão do depoimento, o homem afirmou que ligou para a atual companheira para ir buscá-lo no local do crime.

Toda a situação ocorreu há 20 Km de distância de Quatiguá. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal de Jacarezinho.

Fonte: Catve.com

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.