A mesa diretora da Câmara de Umuarama dá prosseguimento à tentativa de notificar o vereador Marcelo Nelli, que não compareceu à primeira sessão ordinária após o recesso, a respeito do procedimento administrativo que pede a a extinção do seu mandato em razão da suspensão dos direitos políticos em decisão judicial do Supremo Tribunal Federal.

A equipe designada esteve no gabinete de Nelli na tarde desta quarta-feira (7) e emitiu a notificação para o chefe de gabinete. O procedimento deve ser reiterado na tarde desta quinta-feira (8).

Segundo o presidente do Legislativo, Noel do Pão, estando novamente ausente o vereador, os servidores certificarão a ausência com cópia da notificação e documentos estipulando o prazo de três dias para que o parlamentar se manifeste.

A determinação está amparada no Código de Processo Civil.

Em julho, o Supremo Tribunal federal (STF) deu baixa definitiva dos autos do caso, resultando na cassação do mandato de Nelli. O processo tramita desde 2010, em decorrência da contratação do irmão de Nelli, Cristiano, como secretário-geral da Câmara. O mesmo, à época, era comissionado na Câmara dos Deputados, no gabinete de Osmar Serraglio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.