O vereador Marcelo Nelli (Solidariedade) voltou ao trabalho nesta segunda-feira (12) e afirmou que irá apresentar sua defesa. No período da tarde ele participou da reunião da Comissão de Serviço e Obras Públicas e deu parecer aos projetos que estavam em análise.

Na sequência esteve em seu gabinete e, pouco antes das 15h, saiu para uma reunião. Em conversa com OBemdito, Nelli disse que iria se reunir com um advogado, representante local do advogado que cuida de seu caso, que é Amir Sarti, de Porto Alegre. No encontro desta tarde, Nelli confirmou que iria discutir alguns detalhes de sua defesa, que deve ser apresentada até as 17h de terça-feira (13).

Nelli poderá perder seu cargo após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). No mês de maio foi divulgado o acórdão da Ministra Rosa Weber e no último dia 15 o STF deu baixa definitiva dos autos do caso. Na última semana o vereador recebeu prazo de três dias úteis para apresentar a defesa antes que a mesa diretora da Câmara inicie o processo de extinção do mandato. O prazo vence nesta terça.

A notificação sobre o processo de afastamento seria feita conforme o acordado na última quarta-feira (07) com o chefe de gabinete, o que não aconteceu pois a equipe estava em “trabalhos externos”, segundo informava um bilhete na porta do gabinete. Assim, a notificação aconteceu por hora certa, que em suma ocorre quando o horário e dia para a notificação ser feita é informada de forma antecipada, como foi este caso.

Rapidamente, Nelli também confirmou que irá participar normalmente da sessão ordinária da Câmara que ocorre na noite desta segunda-feira, prevista para as 19h30 e também da sessão extraordinária agendada para as 19h30 de terça-feira.

O vereador ainda disse que não definiu se irá recorrer da decisão do STF. Alegou que não se trata de uma questão de desvio de dinheiro ou conduta, ou seja, ‘que o envergonhe’ e sim de uma questão administrativa e que, por este motivo, está bastante tranquilo.

(OBemdito)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.