Um idoso foi preso na última quinta-feira (05) por força de um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável em Douradina, cidade localizada a cerca de 60 quilômetros de Umuarama. Ele é acusado de abusar sexualmente das netas da sua mulher, 14 anos e 11 anos.

Segundo a garota de 14 anos, ela era abusada pelo idoso desde os 10 anos. Ela disse à polícia que na maioria das vezes, os abusos aconteciam dentro do quarto, que ele a chamava para ajudá-lo a mexer no celular enquanto estava na cama e às vezes pedia para que ela fizesse massagens e em outras passava a mão pelo seu corpo, nos seios, por debaixo das roupas e penetrava o dedo em sua vagina. Ela confessou também, que em certas ocasiões, penetrava seu pênis em seu órgão genital, muitas vezes tapando a sua boca com as mãos para que ela não gritasse. O idoso também obrigava a garota a masturbá-lo.

Durante a penetração, o idoso usava preservativo, mas uma vez a camisinha acabou estourando, o que a deixou com medo de engravidar.

Os abusos contra a adolescente, hoje com 14 anos, ocorreram até o ano passado (2018), quando a garota acabou se afastando do estuprador, entretanto a adolescente ficou com medo de que sua irmã de 11 anos poderia estar passando pela mesma situação. A irmã acabou confirmando os abusos, mas não deu detalhes se houve ou não a penetração.

Diante do sofrimento da irmã mais nova, a adolescente contou para uma tia que fez a denúncia.

Fonte: Umuarama News

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.