A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta quarta-feira (11) um despachante brasileiro e um imigrante egípcio por apresentarem documentos falsos com o objetivo de regularizarem a situação do imigrante no país.

A dupla que compareceu ao Setor de Imigração da Polícia Federal em Curitiba, apresentou diversos documentos com o intuito de regularizar a permanência do imigrante com base em união estável com brasileira.

Os Policiais Federais ao realizarem a verificação dos documentos e investigarem sua veracidade, constataram tratar-se de uma falsidade de união estável.

O despachante e o imigrante foram presos e responderão, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de uso de documento ideologicamente falso. Se condenados poderão ter penas de até cinco anos de prisão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.