Prestes a completar 40 anos de fundação, o curso de Direito da Universidade Paranaense comemora boas novas: alunos da iniciação científica apresentando trabalho em Lisboa/Portugal e na USP – Universidade de São Paulo; professores ministrando palestra no exterior e, mais recentemente, formandos já aprovados no 29ª Exame de Ordem, da Ordem dos Advogados do Brasil.

Isso tudo é reflexo da excelente qualidade do projeto pedagógico, que gera oportunidade para os alunos reforçarem o aprendizado também fora da sala de aula, em atividades de pesquisa e extensão universitária. Dos professores, há sempre incentivo e na biblioteca, um grande acervo de livros; e do Ministério da Educação, o curso ostenta conceito máximo, conquistado na última avaliação. No vestibular, Direito é sempre um dos mais concorridos.

O sucesso se dá pela missão de oferecer uma formação sólida, mas também pelo imenso campo de trabalho que esta área oportuniza [além de advogar, o bacharel em Direito pode ser juiz, promotor, delegado, analista judiciário, oficial de justiça e assessor do Ministério Público, entre outras carreiras]. Pelo menos 4.800 operadores do Direito, do Brasil, levam a marca Unipar nos seus diplomas [número de graduados por Umuarama].

Professor Valdecir Pagani, em evento da Unipar: Foco na formação competente e consciente da importância do profissional do Direito.

Para o coordenador do curso, professor Valdecir Pagani, o corpo docente eleva este conceito: “Os professores são advogados, promotores, juízes, delegados, ou seja, profissionais experientes na área, que levam aos acadêmicos não apenas o conhecimento teórico, mas também as experiências práticas do cotidiano de cada um”.Ele, que se formou pela Unipar e diz ter orgulho disso, informa que o curso, inaugurado em 1980, tem por objetivo desenvolver habilidades técnicas e humanísticas, embasadas em reflexões doutrinárias e jurisprudenciais, para o aprimoramento do raciocínio lógico e do poder de argumentação. “Acima de tudo, trabalhamos para que nosso aluno se torne um profissional consciente do papel que terá que desempenhar na sociedade”, diz Pagani.

Na extensão universitária, o coordenador aponta a importância, para Umuarama e região, do Sajug (Serviço de Assistência Judiciária Gratuita), projeto que presta mais de três mil atendimentos ao ano, em processos dos núcleos cível, trabalhista e penal: “O estágio coloca o aluno em contato direto com casos reais ao mesmo tempo em que ajuda pessoas de baixa renda a resolverem seus problemas”.

CURSOS NOVOS 

Buscando ampliar seu leque de opções para alunos de sua comunidade e seguindo tendências, neste vestibular a Unipar está oferecendo mais três cursos com afinidade ao Direito. São eles: Gestão de Serviços Jurídicos e Notariais; Investigação e Perícia Judicial; e Segurança Pública. Todos na graduação semipresencial.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.