No ano passado, o Complexo Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizou mais de 1,3 milhão de atendimentos. Isto significa quase cinco mil intervenções ao dia. Dando um suporte ao atendimento clínico, a Associação dos Amigos do HC trabalha com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Por esta importante função, a Assembleia Legislativa do Paraná promoveu na noite desta segunda-feira (11) uma sessão solene para homenagear os 33 anos da Associação, que atua na transformação da vida de pacientes, familiares e acompanhantes em tratamento.

Durante a solenidade, também foram comemorados os três anos do Programa de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (DEDICA). Além disso, foram entregues diplomas de menção honrosa. A proposição foi dos deputados Luiz Claudio Romanelli (PSB), primeiro-secretário da Assembleia, e Alexandre Amaro (Republicanos) e ocorreu no Plenário da Casa.

O deputado Romanelli destacou a importância do corpo voluntário que há mais de 30 anos faz do Amigos do HC um diferencial no funcionamento do hospital. “Temos de destacar as pessoas que trabalham de forma voluntária. Eles representam uma história tão bonita que ajuda os pacientes a superar seus problemas”, disse. Romanelli lembrou ainda das ações desenvolvidas em prol da população mais carente. “O trabalho do Hospital de Clínicas atinge as pessoas mais vulneráveis. A vida vale a pena quando está dedicada a grandes causas como esta. É uma instituição que merece o respeito de toda a sociedade”, completou.

Para o deputado Alexandre Amaro, a homenagem foi justa e merecida. “Todas as pessoas que fazem um trabalho para a sociedade têm de ser reconhecidas. E é justamente isto o que faz o Amigos do HC. Este atendimento às pessoas vulneráveis diminui a dor dos pacientes”. Amaro contou que visitou recentemente o complexo do Hospital de Clínicas para conhecer as ações desenvolvidas pela instituição. “É um trabalho de excelência que deve ser reconhecido”, comentou.

Pedro de Paula Filho, atual presidente da Associação, lembrou a importância de gestões anteriores. “Hoje é uma data para registrarmos esta história e as pessoas que foram importantes para ela. Trabalhamos para manter a Associação o que ela é. Sua vocação é melhorar o atendimento ao paciente, acompanhantes e família. Temos a felicidade de viver um momento para dar um salto para que o hospital melhore cada vez mais”, disse.

Também participaram da solenidade a superintendente do HC, Claudete Reggiani, o vice-presidente da Associação, Walter Cardoso da Silveira Filho, o procurador de Curitiba, Paulo Salamuni, filho da fundadora do grupo, Hôda Salamuni, e o assessor da Secretaria da Fazenda, Cleto Tamanini, que representou o programa Nota Paraná, importante parceiro da instituição.

Foto:Eduardo Matysiak

A entidade – A Associação dos Amigos do HC é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) sem fins lucrativos que tem o propósito de realizar ações com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Foi criado em Curitiba no dia 18 de setembro de 1986. A entidade atende a capital paranaense, região metropolitana e outras localidades do Estado.

Os Amigos do HC colocam em prática várias ações para arrecadar recursos que possam suprir as necessidades do Complexo, levantadas e solicitadas pela diretoria do hospital. Seus resultados são alcançados graças ao envolvimento e doações da sociedade e das empresas, do serviço voluntário, da destinação do Imposto de Renda Pessoa Física e Pessoa Jurídica, de patrocínios em eventos e projetos.

Dedica – Desde 2016, os Amigos do HC prestam assistência interdisciplinar gratuita para crianças e adolescentes vítimas de violência por meio do Programa DEDICA. O programa recebe crianças e adolescentes vítimas de violências graves e gravíssimas encaminhadas pelo Hospital de Clínicas, Ministério Público, Vara da Infância, Conselhos Tutelares, Delegacias e outros centros de atendimento. Presta assistência interdisciplinar gratuita, fazendo os encaminhamentos das medidas de proteção legal para as vítimas e responsáveis.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.