Um total de 6.937 pacientes precisou de procedimentos de saúde em hospitais de outras cidades, neste ano. A Divisão de Tratamento Fora do Domicílio (TFD) liberou as passagens e também 3.628 diárias em casa de apoio, nas cidades de Arapongas (cardiologia, cirurgia cardíaca, arritmia, marcapasso, cirurgia vascular/ endovascular, bariátrica e ortopedia) e Cascavel (cãncer, hematologia, endocrinologia e bucomaxilo).

Para Curitiba, Campo Largo e Campina Grande do Sul foram os pacientes de hepatologia e neuropatias, nefrologia, pneumologia, cardiologia, cirurgia pediátrica, endocrinologia, genética, infectologia, neurologia, oftalmologia, ortopedia, otorrino, cirurgia ginecológica, plástica e torácica, neurocirurgia, plástica reparadora, mastologia, reumatologia, urologia, bucomaxilo e câncer.

Para Maringá foram pacientes em busca de aparelho auditivo (482), transplante de córneas e neurocirurgia, enquanto Sarandi recebeu umuaramenses em busca de cirurgia vascular. Muitos pacientes viajaram com acompanhantes.

A Divisão de Controle, Manutenção e Administração da Frota da Saúde realizou 1.398 viagens com os veículos do município para o transporte de pacientes para consultas, cirurgias, internamentos, busca em alta hospitalar e outros, somando 6.162 pacientes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.