Um dos eventos culturais mais tradicionais de Umuarama estará de volta este ano, nas comemorações do 65º aniversário de fundação da Capital da Amizade. A Prefeitura e o Fórum das Entidades estão resgatando em conjunto a Festa das Nações, que oferece pratos típicos e um pouco do folclore de etnias que tiveram grande peso na formação cultural da população. “Estamos discutindo os atrativos dos festejos do aniversário da cidade e a Festa das Nações será, com certeza, uma das grandes atrações. A estrutura será montada no Lago Aratimbó e os pratos serão servidos nos dias 19, 20 e 21 de junho”, anunciou o prefeito Celso Pozzobom.

O prefeito se reuniu com representantes das entidades, da Fundação Cultural, do Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar Municipal) e da Secretaria Municipal de Comunicação para acertar detalhes da organização, na manhã desta segunda-feira, 17. “A intenção é resgatar esta tradição que está esquecida há muitos anos, divulgar e valorizar o trabalho das entidades e ajudar na sua manutenção, pois os lucros da festa serão revertidos para essas instituições”, acrescentou Pozzobom.

Outro objetivo é reforçar o voluntariado, atraindo as atenções da sociedade para as causas sociais e o engajamento no trabalho realizado no setor. “Em 2019 a Prefeitura repassou mais de R$ 3 milhões em subvenções para as entidades, mas elas não precisam apenas de dinheiro. É necessário o apoio da sociedade para ampliar o alcance das ações e o atendimento ao público-alvo de cada instituição”, comentou o prefeito.

A volta da Feira das Nações é uma oportunidade para a comunidade conhecer o trabalho das entidades e colaborar com a sua manutenção. “Além das comidas típicas, teremos outros atrativos no lago durante o evento, como parque de diversões, atrações culturais, a Expoflor (promovida pelo Provopar) e a Feira do Artesanato. A festa volta neste ano e a expectativa é de que seja aprimorada daqui para frente, sob a condução do Fórum das Entidades”, acrescentou a secretária de Comunicação, Letícia Macedo D’ávila Correa.

A diretora da Fundação Cultural, Vera Lúcia Borges, disse que as discussões começaram no final do ano passado. “A organização está bem adiantada. Hoje definimos o local (Lago Aratimbó) e a data (19 a 21 de junho), bem como as etnias participantes – Brasileira, Japonesa, Italiana e Alemã. Também teremos venda antecipada de convites e uma ampla divulgação local e regional, para garantir que a Festa das Nações volte com tudo”, disse a diretora. Em breve serão divulgados mais detalhes da promoção beneficente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.