Equipes da Secretaria Municipal de Saúde e da Sociedade Rural de Umuarama (SRU) fizeram um trabalho concentrado de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, no parque de exposições Dario Pimenta da Nóbrega, que desta quinta-feira (12) até o dia 22 deverá receber pelo menos 220 mil pessoas na 46a Expo Umuarama/19a Internacional.

Toda a área de 240 mil metros quadrados do parque foi devidamente checada em busca de possíveis focos do vetor e todos os recipientes que pudessem acumular água parada receberam a devida destinação: garrafas de vidro e latas abertas foram colocadas de boca para baixo e pneus e outros objetos em áreas cobertas.

Essa preocupação já existia por parte da SRU, que mantém um programa contínuo de combate à dengue. Mesmo assim, conforme o presidente da entidade, Milton Gaiari, foi importante o reforço feito pelos profissionais da Prefeitura, principalmente por causa da aplicação inseticida.

Uma grande quantidade do produto que mata o mosquito foi espalhada em toda a área do parque. O produto não faz mal para o ser humano e para os animais.

O Paraná vive uma epidemia de dengue, apesar das campanhas de orientação realizadas pelos governos estadual e municipais. Em Umuarama a situação também preocupa, mas a Prefeitura vem agindo com dinamismo para controlar o quadro e impedir que novas pessoas sejam infectadas pelo vírus da doença.

A participação da população é fundamental, uma vez que 90% dos casos de dengue são registrados nas casas e nos quintais dos moradores.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.