Desde a noite de ontem a produção do Umuarama News está recebendo denúncias a respeito da falta de equipamento adequado para os profissionais do SAMU Umuarama.

Os profissionais necessitam trabalhar com equipamentos adequados, pois estão na linha de frente, lidando com pacientes 24 horas por dia.

Em um áudio deste sábado (21), uma enfermeira do SAMU de Umuarama, ela diz “Umuarama já começou a virar um caos, acabaram de transportar um paciente confirmado, paciente entubado grave, uma judiação com as minhas colegas de trabalho. A equipe toda sem EPI, sem avental, sem nada; colocaram três aventais descartáveis e eu vou levar umas capas de chuva, que é o que a gente vai usar. Já consegui umas 40”, finaliza a enfermeira.

Em um pedido de socorro, outra enfermeira do SAMU de Umuarama relatou hoje: “ Eu estou em isolamento dentro da minha casa, estou com medo de chegar perto das pessoas da minha família por que as ocorrências que a gente atende é sem equipamento. Está sendo usadas as capas de chuva, doadas pelo pessoal do acampamento da Igreja Católica, que doou par nós porque temos uns aventais descartáveis que rasga na primeira vez que a gente coloca e não protege nada”.

A enfermeira ainda relatou que até a máscara N 95 acabou. “ Está desesperador” enfatizou a profissional do SAMU de Umuarama.

Após a publicação desta matéria, o SAMU postou uma nota nos comentários da Página do Facebook do Umuarama News , informando que O país enfrenta uma crise sem precedentes na história, exigindo de todas as instituições de saúde envolvidas grande esforço, comprometimento e capacidade de adaptação, visando dispensar à população o melhor atendimento possível.

Leia na íntegra:

“O Consórcio Intermunicipal de Urgências e Emergências do Noroeste do Paraná – CIUENP, responsável pela administração do SAMU Noroeste do Paraná, vem por meio de seu presidente, Sr. Almir de Almeida, prestar esclarecimentos à população a respeito de informações
equivocadas, propagadas em algumas mídias sociais.

Primeiramente, informamos que o Serviço de Atendimento Móvel das Urgências e Emergências do Noroeste do Paraná – SAMU 192, busca seguir todas as recomendações dos órgãos responsáveis – Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (SESA) e Ministério da Saúde, em relação
ao uso de equipamentos de proteção individual (EPIs).

O país enfrenta uma crise sem precedentes na história, exigindo de todas as instituições de saúde envolvidas grande esforço, comprometimento e capacidade de adaptação, visando dispensar à população o melhor atendimento possível. Dentro desta realidade, todos os serviços de urgência e emergência passam por dificuldades relacionadas à escassez de insumos, buscando alternativas para manter um atendimento seguro e eficaz durante este período de transição.
A enorme e súbita demanda por equipamentos específicos resultou em aumento no tempo de disponibilização destes insumos por parte de fornecedores diversos. Entretanto, todos os esforços tem sido empreendidos para disponibilizá-los o mais precocemente possível.

Entendemos a preocupação de todos, funcionários e pacientes, em relação à segurança durante os atendimentos, e reiteramos que todas as medidas cabíveis estão sendo adotadas, buscando manter o respeito aos protocolos e à legislação vigente.

Sem mais para o momento, reiteramos nosso compromisso com todos, usuários e funcionários do serviço, permanecendo à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente,

CIUENP – SAMU NOROESTE DO PARANÁ.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.