Na busca por estimular os estudantes a dedicar mais tempo aos estudos fora da sala de aula, a Universidade Paranaense – Unipar investe em programas de monitoria, beneficiando alunos das suas sete unidades. São dois: o PIM (Programa Institucional de Incentivo à Monitoria) e o PIBIM (Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Monitoria).

Os acadêmicos selecionados no PIM, normalmente os que conseguem as melhores notas, recebem a tarefa de ajudar os colegas a eliminar dúvidas das disciplinas estudadas. As vantagens são enormes: ao mesmo tempo em que promove a cooperação e integração acadêmica entre alunos, professores e Instituição, o programa colabora para despertar no monitor o interesse pela carreira docente. Na sequência, vem outro benefício: depois que é selecionado para o PIM, o estudante pode participar do processo de seleção do PIBIM. Se for aprovado, ele ganha uma bolsa, ou seja, um auxílio financeiro.

Monitores selecionados do curso de Ciências Contábeis: programa tem papel fundamental no compartilhamento de saber e de experiências

Em Umuarama, um dos primeiros cursos a fazer a seleção foi o de Ciências Contábeis. O acadêmico Samuel Antonio Gomes, do 2º ano, considera a oportunidade um grande estímulo: “No ano passado não tive monitoria na disciplina de Análise de Custos, da qual neste serei monitor. Senti falta de apoio. Então, agora, posso ajudar os colegas e me aproximar mais dos professores”, afirma. O colega dele, Gabriel Denke Machado, acrescenta: “Eu vejo que alguns alunos têm dificuldades de aprendizado nas disciplinas. E o nosso trabalho é o de auxiliá-los a entender melhor os conteúdos, contribuindo ainda mais para o sucesso do curso. E como pretendo seguir carreira de professor, este projeto é uma grande oportunidade de aprender e aplicar técnicas de docência, o que muito contribuirá na minha formação”.

Diferencial no currículo

O coordenador do curso, professor Clóvis Uliana, diz que é importante ressaltar, para os monitores, que a experiência passa a ser um diferencial no currículo, contando pontos na hora de buscar uma vaga no mercado de trabalho. “Fazemos questão de destacar esta vantagem, que é valorizada pelos nossos monitores. Todos sabem que irão agregar mais conhecimento dos conteúdos e das experiências em atividades técnicas, didáticas e científicas das disciplinas componentes da matriz curricular”, afirmou o coordenador. O trabalho do grupo será supervisionado pelos professores Clóvis Uliana, Gervaldo Campos e José Luiz Borsato.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.