Pesquisa do Procon de Umuarama realizada na última segunda-feira, 23, constatou um aumento nos preços de cesta básica, Em dois levantamentos distintos, o órgão apurou elevação nos preços tanto das marcas líderes (4% em média) quanto nas mais populares (11,67%). “Apesar da variação positiva, constatamos que existem produtos comercializados a diversos preços, a depender de sua marca e do mercado. Alguns, inclusive, tiveram queda de valor”, disse o secretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, João Paulo Souza Oliveira.

A redução foi notada nos preços da farinha de mandioca torrada, carne de primeira, molho de tomate e sabonete, dentro outros itens. “Verificamos aumento de preço em produtos específicos, como o leite integral, razão pela qual tomamos providências para notificar os fornecedores a fim de colher informações para verificar se o aumento se deu pelos próprios comerciantes ou pelos distribuidores dos produtos”, explicou o secretário, coordenador do Procon.

A orientação, reforçada aos consumidores, é que evitem comprar em grande quantidade para estocar – conduta que contribui para a elevação no preço das mercadorias. Em relação ao álcool gel 70%, nenhum dos mercados possuía o produto para compra na data da pesquisa, por isso o item foi excluído.

Diante do atual cenário – quando o país enfrenta a pandemia do novo coronavírus – e para prover um acompanhamento mais dinâmico dos preços praticados no mercado local, o Procon Municipal passará a divulgar pesquisa semanal da cesta básica a partir desta quarta-feira, 25. “Pedimos aos consumidores que, caso verifiquem aumento em algum produto específico, nos encaminhem as notas/cupons fiscais de compras para que façamos a análise da situação”, completou João Paulo Souza.

As informações devem ser encaminhadas através do e-mail procon@umuarama.pr.gov.br. Mais informações e orientações podem ser solicitadas pelo fone (44) 3621-5600, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.