O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Umuarama e Região (SEESSU) e o Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Serviços de Saúde de Paranavaí e Região (SINDESP) oficializaram uma denúncia ao Ministério Público (MP) fundamentada em uma reportagem que foi feita pela equipe do Umuarama News esta semana.

Na reportagem, foi mostrada a situação que profissionais do SAMU, aqui de Umuarama, estavam passando em relação a ausência de EPI’s adequados para atendimento de pacientes com suspeita ou confirmação de coronavírus.

Relembre o caso:

Atualizado: Covid-19: Sem o equipamento adequado, profissionais do SAMU de Umuarama pedem socorro

Segundo informações fornecidas pelo advogado dos sindicatos, William Fortunato, foi enviada uma petição ao Ministério Público (MP) na última terça-feira (24), após serem surpreendidos pela reportagem e as entidades sindicais receberem diversas ligações de empregados do Consorcio Intermunicipal de Urgência e Emergência do Noroeste do Paraná (CIUENP) responsável pelo SAMU Noroeste, relatando a ausência de EPI´s necessários para o atendimento dos pacientes.

Dentre os relatos, estavam a ausência de Avental Impermeável, máscara N95, N99, R95 ou PFF2, óculos de proteção individual e gorro. Além de usarem máscaras cirúrgicas de forma racionada, que não detém a eficácia necessária para a proteção dos profissionais de saúde do COVID-19.

O documento foi deferido, e o MP enviou na última quinta-feira (26) a Recomendação n.º 1228.2020 que notifica e informa como devem ser as condições adequadas para profissionais do SAMU, ao prestarem atendimento no transporte de pacientes suspeitos e confirmados de coronavírus.

A recomendação enviada pelo MP fixa também o prazo de 48 horas para que o CIUENP informe e comprove as medidas adotadas para a prevenção da doença COVID-19 aos profissionais de saúde do SAMU, nos termos da notificação, que é baseada na nota regulamentar da ANVISA.

Esse documento é referente à ausência de EPI’s e não em relação à reportagem publicada na data de ontem (26) sobre a reutilização de equipamentos descartáveis por profissionais do SAMU.

Leia:

Funcionários do SAMU terão que reutilizar equipamento descartável para socorrer pacientes de covid-19

 

 

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.