Durante o pronunciamento na manhã deste sábado (28), o prefeito Celso Pozzobom, anunciou o comércio de Umuarama seguirá fechado até o próximo dia 05 de abril. Segundo o prefeito, essa é a recomendação de médicos infectologistas. “Temos dentro do nosso planejamento, a abertura gradativa do comércio. Precisamos de disciplina para que lá na frente a gente possa abrir os espaços para os nossos empresário e trabalhadores retornarem às suas atividades”, disse.

Pozzobom reforçou o pedido para que as pessoas que não precisam, não saiam de casa e de Umuarama voltará a normalidade o mais breve possível. “Sabemos de todas as decisões que a gente toma aqui, a responsabilidade sempre cai em cima do prefeito, mas todos sabem que eu não fujo dela, vou assumir todas elas. Princialmente quando a gente faz enfrentamento de grupos que divergem daquelas orientações que a gente está seguindo da medicina e eles querem mudar os ritmos dessas orientações, pontuou.

O prefeito Celso também chamou a atenção para o pronunciamento do prefeito de Milão na Itália, onde ele diz estar arrependido por não ter tomados todas as precauções, principalmente o isolamento social, no início da epidemia na região. Ele ainda apoiou uma campanha “Milão Não Para”. ” Agora Milão está parada e chorando a dor de seus mortos”, destacou.

O chefe do executivo municipal afirmou estar cumprindo as orientações da OMS, da Secretaria Estadual de Saúde (SESA) e dos profissionais de saúde do município.

“Temos em Umuarama hoje até um número considerável de pessoas notificadas, são 49 no total, sendo 16 delas descartadas até ontem, nós temos ainda 32 suspeitos e temos o primeiro caso confirmado na nossa cidade”, disse.

Durante o pronunciamento, o prefeito alertou que essa semana teremos novidades quanto as pessoas infectadas no município. “Nós temos muitas dessas pessoas que vieram de fora e com certeza nós teremos mais casos”.

O prefeito ainda disse sobre a situação preocupante da região de Maringá, município próximo a Umuarama, onde foi registrado duas mortes, 110 pessoas suspeitas infectadas pelo Covid-19 e 9 casos confirmados.

“Nós já cumprimos mais da metade do percurso, porque todos os infectologistas que estiveram conosco ontem dizem que essas pessoas que foram confirmadas, ou que possa se confirmar essa semana agora, aquelas pessoas que eles possa ter contaminado, vão até na quinta e na sexta feira que vem para apresentar os sintomas, e é por isso que precisamos ter cuidado e mais um espaço de tempo para cumprir essa orientação da OMS de isolamento”, explicou o prefeito.

Pozzobom ainda ressaltou que embora o vírus tenha um comportamento diferente em cada país, a faixa etária do Brasil está mudando, como casos confirmados de crianças e mortes de pessoas mais jovens.

No cadastro dos postos de saúde de Umuarama constam mais de 16 mil idosos, sendo mais de 7 mil com diabetes e mais de 9 mil hipertensos. ” São pessoas bastante vulneráveis, se forem atingidas por esse vírus”, destacou.

O prefeito chamou a atenção da população, pois ontem e hoje, as pessoas já relaxaram e foram às ruas.” Não é possível que chegar numa hora dessas, com mais da metade da etapa cumprida, a população começar a relaxar. Hoje já vimos criança com carrinho, famílias e idosos nas ruas,muitas pessoas circulando e o vírus está circulando também, lamentou Pozzobom.

“Não é temor, não é pavor, é preocupação com vocês todos”, afirmou o prefeito.

Pozzobom ainda alertou quanto as pessoas que estão se aproveitando da situação por ser um ano eleitoral”Muita gente se aproveita disso para fazer vídeos, para colocar para nossa população, fatos que não estão ocorrendo. Já falei várias vezes para vocês que sou o prefeito até o final do anos e não falamos até então em reeleição, a gente nem pensou nisso, devido a todas essas preocupações que nós temos, mas as pessoas podiam esperar um pouquinho para falarmos no momento exato e não colocar preocupação para a nossa população, colocar a administração contra a população”.

O prefeito ainda alerta que é hora de todos ajudar e pensar na nossa população, na nossa família. “Isso que é o mais importante, depois a gente discute essas coisa aí de política, se vai ter ou não vai ter.

Na tarde de ontem (27), o prefeito se reuniu com profissionais da saúde e outras autoridades, na reunião, foi apresentado o número de vagas.

A secretária Cecília informou que o plano municipal de contingenciamento do coronavírus está delineado, porém pode ter de mudar conforme a evolução dos casos. A reunião serviu para os representantes dos hospitais informarem sobre a capacidade de enfrentamento, em caso de um surto no município, “sempre lembrando que os leitos normais e de UTI existentes em Umuarama também atendem pacientes de toda a região”, destacou. Somando a população dos municípios do entorno, o sistema de saúde local suporta uma população de aproximadamente 300 mil habitantes.

“Não temos UTIs nem leitos hospitalares suficientes para abrigar um grande número de infectados. Existe limitação de respiradores, demais equipamentos e insumos para uma explosão na demanda, por isso temos de reforçar as medidas preventivas e estender ao máximo a curva de propagação dos casos”, destacou o prefeito. O plano de contingenciamento prevê a utilização de outros espaços, como alojamentos cedidos pela igreja católica, entidades e até o ginásio de esportes, se for necessário, “mas estamos agindo com várias medidas preventivas, antes de chegarmos a esse extremo, e contamos com o apoio dos hospitais e da sociedade”, ponderou o prefeito.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.