O dia 1º de maio – Dia do Trabalho e do Trabalhador – é tipicamente uma data para festas e homenagens aos trabalhadores brasileiros de todos os ramos. Diante da Pandemia do Coronavírus – Covid-19, as tradicionais comemorações, com reuniões e festas foram todas canceladas este ano.

Para não deixar a data passar em branco, voluntários do Grupo Resgate do Ministério das Missões da Paróquia São José Operário de Umuarama, prepararam cerca de 300 mensagens diferentes e entregaram aos profissionais de saúde de plantão no Instituto Nossa Senhora Aparecida, neste feriado. As mensagens vieram acompanhadas de um pirulito.

“A homenagem é simples. O objetivo, além de destacar a importância dos profissionais de saúde para todos nós, é adoçar um pouco o dia daqueles que, mesmo no feriado estão trabalhando. Eles são trabalhadores essenciais”, disse o coordenador do Grupo Resgate, Daniel Xavier.

As mensagens personalizadas foram escritas uma a uma pelos membros do Grupo nas últimas semanas, como uma demonstração de carinho e reconhecimento da importância ao profissional de saúde.

O desafio foi enviar mensagens originais e muitos se superaram. “São mensagens de fé e esperança que escrevemos inspiradas especialmente para os profissionais de saúde, que trabalham salvando vidas”, destacou Daniel.

Os voluntários estiveram no hospital em dois horários: 13 e 19 horas, durante as trocas de turnos para contemplar todos que estavam de plantão. Os visitantes usaram máscaras e seguiram as medidas de prevenção especiais para o ambiente hospitalar.

Participaram os voluntários: Daniel Xavier, Lukas Inacio de Jesus,  Crisciellen Gomes Sgorlon Bareiro, Sandra Regina Lapa Vasconcelos e Simone Cristiana Lapa.

“O Grupo Resgate é parceiro do Instituto Nossa Senhora Aparecida, sempre envolvido nas nossas ações de humanização para colaboradores e pacientes. Estamos muito felizes com homenagem tão especial neste dia especial. As mensagens inspiradoras escritas por esses jovens motivaram nossas equipes e alegraram nosso Dia do Trabalhador”, disse o gestor do Instituto Nossa Senhora Aparecida, Cristiano Nelli.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.