Entre a noite deste sábado (30) e madrugada deste domingo (31), equipes policiais que integram a Operação Hórus, realizaram duas grandes apreensões que causaram prejuízo de aproximadamente R$ 3.500.000,00 para organizações criminosas da região, envolvidas no crime de contrabando de cigarros paraguaios na fronteira.

As duas apreensões foram efetuadas na zona rural de Guaíra.

A primeira, ocorreu durante patrulhamento de rotina, quando os policiais visualizaram movimentação suspeita em propriedade rural e resolveram realizar aproximação para fiscalização.

Na tentativa de abordagem, os criminosos empreenderam fuga em meio a plantação de milho, e não foram localizados.

No local, houve a apreensão de dois caminhões Mercedes Benz 1113 carregados com aproximadamente 600 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, provocando prejuízo de aproximadamente R$ 1.500.000,00 ao crime organizado da região.

Na outra ocorrência, registrada na madrugada deste domingo, policiais perceberam movimentação suspeita em um porto clandestino na região. Ao se aproximarem do local, visualizaram uma barcaça descarregando ilícitos paraguaios em um caminhão baú.

Durante tentativa de abordagem, os criminosos conseguiram fugir pela mata ciliar fechada, não sendo encontrados.

Neste local, foram apreendidos uma embarcação de grande porte (balsa) equipada com motor Yamaha 90hp, um caminhão baú carregados com aproximadamente 800 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, outro prejuízo de aproximadamente R$ 2.000.000,00 para a organização.

Todo o material ilícito foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Guaíra para os procedimentos de praxe.

Operação HÓRUS – Força-tarefa é integrada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON/PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, PRF, FORÇA NACIONAL e pelo EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Divulgação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.