Apesar da grande importância, o Dia Mundial do Meio Ambiente – comemorado nesta sexta-feira, 5 de junho – não terá comemorações ou ações com envolvimento da população, por conta de eventuais aglomerações tento em vista a pandemia da Covid-19. Instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), a data objetiva chamar a atenção da população aos problemas ambientais e à importância da preservação dos recursos naturais, que muitos ainda consideram inesgotáveis apesar da visível degradação ambiental e seus efeitos no mundo.

O momento também é reflexão e avaliação dos trabalhos realizados, bem como da postura da população em relação aos cuidados. “O tema deste ano é a biodiversidade e neste setor, temos importante obras acontecendo em Umuarama para reforçar essa vertente em nossa cidade”, afirmou o diretor de Meio Ambiente da Prefeitura, Matheus Michelan Batista.

Entre as ações realizadas pelo Município, o diretor destaca o Plano Diretor de Arborização Urbana, em processo de elaboração e com a proposta disponível para consulta da população no site da Prefeitura (www.umuarama.pr.gov.br), “que será muito importante para trazer biodiversidade de árvores e consequentemente de fauna também à nossa cidade”, disse Matheus.

“Temos a obra do novo Parque Ambiental no antigo Complexo Poliesportivo, que contemplará uma grande arborização e várias árvores frutíferas, para trazermos esses atrativos de fauna”, acrescentou. O diretor destaca ainda a revitalização do Parque dos Xetá, que contemplará esses mesmos aspectos e também vai atrair de volta frequentadores e praticantes de caminhada, pedalada e atividades físicas, e também a revisão do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Piava.

Matheus explica que a proposta do plano de manejo já foi aprovada pelo Conselho Municipal do Meio Ambiente (CMMA) e o edital está em processo final de avaliação. “Muito em breve vamos preparar a licitação. O projeto prevê toda parte de levantamento das áreas, propriedades rurais, impactos, conflitos, perfuração de poços de monitoramento, estudo hidrogeológico, levantamento da flora e da fauna, estudo da qualidade dos rios e ainda tem um campo para planejamento. Prevê estudos de investimentos e novas visões para o desenvolvimento das propriedades da área com toda a proteção e preservação que ela necessita”, acrescentou.

MAIS SOMBRA

O município desenvolve ainda outro projeto, o “Mais Sombra”, que vem somar com as ações previstas no Plano Diretor de Arborização Urbana. Através desse programa, o município fará a doação das mudas que deverão ser utilizadas para plantio nas calçadas e demais ambientes, de acordo com a orientação do planto quanto às espécies indicadas para cada local, o alinhamento das mudas e a forma correta do manejo.

Tudo isso faz parte de uma política ambiental que tem o apoio do prefeito Celso Pozzobom e reforça a preocupação do município com o setor, tanto na área urbana quanto na questão das margens de córregos, áreas de proteção e de preservação permanente, florestas e também o saneamento ambiental.

“Desde 2017, por exemplo, foram distribuídas à população pelo município – ou plantadas diretamente pelas nossas equipes –, mais de 37 mil mudas de árvores, incluindo as destinadas a reflorestamento dos bosques, APPs e espaços públicos”, completou Matheus Batista.

Fonte: Prefeitura de Umuarama

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.