O secretário de Estado da Saúde Beto Preto realizou nesta terça-feira (23) uma videoconferência com prefeitos que fazem parte da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) para discutir a situação da pandemia na região.

Entre os assuntos abordados, as autoridades falaram sobre o aumento constante da ocupação de leitos e do número de casos do novo coronavírus, assim como da possibilidade de ampliação de leitos para atendimento exclusivo na macrorregião.

“Temos trabalhado desde o início com muito diálogo entre os municípios e Estado, seguindo as orientações do governador Ratinho Junior de avaliar de perto a realidade de cada região. Nos próximos dias devemos ativar pelo menos 10 leitos de UTI exclusivos no Hospital Universitário de Cascavel, a fim de aumentar a capacidade de atendimento na Macro Oeste”, disse Beto Preto.

Segundo o secretário, é importante que as medidas já adotadas continuem sendo reforçadas. “A atual situação na região é preocupante. Por isso aumentamos o número de testes, além da ampliação constante de leitos ofertados, mas nada disso adiantará se a população não se conscientizar da importância de manter o isolamento domiciliar e o distanciamento social”.

DADOS – De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria da Saúde nesta segunda-feira (22), a Macrorregião Oeste teve um aumento de 112% no número de casos de Covid-19, comparando os períodos epidemiológicos de 07 a 13 de junho e de 14 a 20 do mesmo mês.

A ocupação de leitos de UTI adulto exclusivos para pacientes com a doença na região chegou a 81% nesta terça-feira (23). Em Cascavel 98% estão ocupados.

PRESENÇAS – Participaram da reunião 41 prefeitos, representando a 9ª, 10ª e 20ª regionais de Saúde, além do deputado estadual Marcel Micheletto, o diretor-geral da secretaria, Nestor Werner Júnior, e o diretor de Gestão em Saúde, Vinícius Filipak.

Estado

No informe epidemiológico desta terça-feira (23), a Secretaria de Estado da Saúde divulgou 725 novos casos da Covid-19 e mais 27 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná chega a 15.673 casos e 487 mortos em decorrência da doença. O boletim informa oito ajustes de municípios de residência de casos já confirmados.

INTERNADOS – Nesta terça-feira, 493 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 383 em leitos SUS (151 em UTI e 232 em leitos clínicos/enfermaria) e 110 em leitos da rede particular (42 em UTI e 68 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 899 pacientes em UTI e de enfermaria que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – Os 27 pacientes que faleceram, registrados no informe desta terça-feira, estavam internados. São dez mulheres e 17 homens, com idades que variam de 39 a 90 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 16 e 23 de junho.

Dos pacientes que foram a óbito, sete residiam em Curitiba. São registrados dois óbitos em cada um dos municípios de Campo Largo, Clevelândia, Londrina, Maringá, São José dos Pinhais e Toledo. Também houve um falecimento em cada uma das cidades de Apucarana, Cambé, Cascavel, Goioxim, Mandaguari, Paiçandu, Pinhais e Telêmaco Borba.

MUNICÍPIOS – 332 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Brasilândia do Sul, Ouro Verde do Oeste e Pérola do Oeste registraram casos pela primeira vez. Em 119 municípios há óbitos pela doença.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 180 casos de residentes de fora. Onze pessoas foram a óbito.

AJUSTES – Um caso confirmado no dia  22 de junho em Cascavel foi transferido para Santa Tereza do Oeste; um caso confirmado dia 25 de maio, em Curitiba, foi transferido para Campo Largo. Um caso confirmado dia 20 de junho, em Rondon, foi transferido para Londrina e uma confirmação feita dia 21 de junho, em Cianorte, foi transferida para Japurá.

Também houve transferência de caso confirmado dia 19 de junho, em Cianorte, para São Tomé. Também no dia 19 de junho, um caso confirmado em Coronel Vivida foi transferido para Clevelândia. Um caso confirmado igualmente no dia 19 de junho, em Curitiba, foi transferido para São José dos Pinhais, e um caso confirmado dia 21 de junho em Borrazópolis foi transferido para Maringá.

Confira o informe completo clicando   AQUI

Testes rápidos que têm os resultados positivos incluídos no monitoramento

A Secretaria da Saúde divulga a lista de fabricantes de testes rápidos validados pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) que têm os resultados positivos incluídos no monitoramento do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS).

1. One Step Covid-2019 Test®️ da fabricante Guangzhou WondfoBiotechCo., Ltda., cujo representante legal no Brasil é a empresa Celer Biotecnologia S/A.
2. Medteste Coronavírus (Covid-19) igG/IgM da fabricante Hangzhou Biotest Biotech Co. Ltd cujo representante legal no Brasil é a empresa Medlevensohn Com Repres Prod Hosp Ltda.
3. Covid-19 Igg/Igm Eco do fabricante Eco Diagnóstica Ltda-ME, cujo representante legal no Brasil é a empresa Eco Diagnóstica Ltda-ME
4. Covid-19 IgG/IgM BIO do fabricante Quibasa Química Básica Ltda, cujo representante legal no Brasil é a empresa Quibasa Química Básica Ltda.
5. SARS-CoV-2 Antibody Test da fabricante WondfoBiotechCo., Ltda.

Fonte: AENpr

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.