A Prefeitura está investindo na manutenção e melhoria das estradas rurais de Umuarama, importantes para a locomoção da população do campo, bem como para o escoamento da produção agrícola, pecuária e avicultura.

Segundo a Administração Municipal, uma das grandes preocupações do prefeito Celso Pozzobom é a manutenção das estradas rurais bem cuidadas, com o intuito de oferecer, cada vez mais, comodidade aos moradores das diversas comunidades do município.

Os produtores, trabalhadores que também impulsionam a economia, estão contentes com a Administração, que está deixando as estradas como verdadeiro “tapete”, como eles costumam dizer.

Em um vídeo compartilhado em redes sociais, um morador que sempre transita pela região, elogiou a atuação da Prefeitura de Umuarama em vias que percorreu, no trecho entre Serra dos Dourados e Ivaté, cidade onde reside.”O prefeito de Umuarama conseguiu asfaltar a vila rural”, destaca o homem.

Em uma gravação de aproximadamente 5 minutos, Valdir Adriano Santos, filma e comenta as boas condições que se encontram as estradas rurais de Umuarama.”Tá melhor que as ruas de Ivaté”, disparou. “É exemplo de administração. Fizeram até quebra-mola”, diz em outros momentos do vídeo.

Conforme a Prefeitura, desde o início desta gestão, o prefeito Pozzobom “tem dado atenção especial ao setor produtivo e investido bastante na manutenção, recuperação e conservação das estradas rurais. Vários trechos receberam cascalhamento – algumas estradas em toda a sua extensão –, a maioria das estradas teve readequação e algumas estão ganhando até pavimentação asfáltica (Jaborandi, Estrada Dias e a Pioneiro)”.

“Além de cuidar das estradas, temos dado assistência técnica, disponibilizado máquinas para curvas de nível e também insumos aos pequenos agricultores. Até novilhas de alto padrão genético estão sendo doadas aos produtores de leite, com incentivo para o aumento da produtividade. Nosso objetivo é contribuir para o desenvolvimento em todas as áreas”, completou Pozzobom.

Pontes

Não só as estradas estão sendo cuidadas, Pozzobom tem realizado um belo trabalho também com construção de novas pontos e restauração de antigas, para que o fluxo de veículos seja o melhor possível na área rural.

De acordo com a Prefeitura, o homem do campo precisa ser valorizado, afinal, colabora fortemente com a economia do Município, e considerado um grande gerador de progresso para Umuarama.”Nada mais justo que os produtores rurais tenham estradas em boas condições, afirmou o prefeito.

Recentemente, a Administração Municipal anunciou a construção de uma ponte. A obra fica na Estrada Baitira, que terá ligação com a Estrada João Baraniuk “o que vai encurtar distâncias no transporte de cana para a usina, beneficiando os produtores rurais”, divulgou.

A obra, segundo a assessoria, “cria condições para uma importante ligação ao vizinho município de Xambrê que permitirá reduzir o tráfego de caminhões que transportam a cana-de-açúcar colhida na região até a unidade local da Usina Santa Terezinha”, afirmou a publicação.

Devido a falta da passagem sobre o Ribeirão das Garças, afluente do Córrego Baitira, a estrada é pouco utilizada atualmente, o que prejudica o desenvolvimento da região. “Com a nova opção esperamos movimentar aquele setor do município e reduzir o tráfego de caminhões da usina pelas rodovias, pois ficará mais fácil e rápido o acesso pela estrada rural”, disse o secretário municipal de Serviços Rodoviários, Mauro Liutti.

A ponte terá 13 metros de extensão e que o investimento do Município na obra é de R$ 425 mil. Ela é a segunda de um conjunto de seis pontes que a Prefeitura está construindo na zona rural, todas em concreto e com vigas padrão rodoviário. “São obras que vão melhorar as condições de tráfego para os moradores da zona rural, facilitando o escoamento da produção e o acesso aos serviços na cidade”, observa a Administração.

O investimento total é de R$ 2,6 milhões com recursos de convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Integração Nacional, lembrou o prefeito Celso Pozzobom. A primeira ponte foi construída na Estrada Timbó, ligando as estradas Moema e Pavão. A obra visa assegurar mobilidade com agilidade e segurança, garantindo boas condições de trânsito mesmo nos períodos chuvosos. “O morador da zona rural precisa ter acesso às rodovias e ao centro urbano, pois depende do trânsito para produzir e comercializar sua produção, além de adquirir produtos para sua família e serviços essenciais, como saúde e educação”, acrescentou o prefeito.

As outras pontes, cuja metragem varia de 65,50 m² a até 90,7 m², serão construídas na Estrada Itajé, córrego Cedro; Estrada Paulista, córrego Água do Jumento; Estrada Divisora, córrego Água Santa Rosa; e Estrada Cearense, no ribeirão Tiradentes. Nos últimos três anos, a Prefeitura construiu pontes na Estrada Esperança e na Estrada Desengano (em parceria com a Usina Santa Terezinha), além de reformar pontes na Estrada Amarela, na Iarama e a antiga ponte de madeira da Estrada Timbó, além de quatro pontes urbanas – nos jardins Petrópolis e Espanha e nos parques Laranjeiras e Dom Bosco, esta na futura Avenida Malta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.