Um casamento na zona rural de Patna, na Índia, foi o maior disseminador de Covid-19 no estado de Bihar. Após a celebração, 113 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. O noivo morreu no dia 17 de junho, dois dias depois do casamento. O corpo dele foi cremado, e por esse motivo, não é possível saber se ele contraiu o vírus.

O noivo, um homem de 30 anos, havia sido internado poucos dias antes do casamento, mas recebeu alta a tempo de subir ao altar. Segundo informações, ele quis adiar a celebração, mas foi desaconselhado pela família por conta das “enormes perdas financeiras” que isso causaria.

Raj Kishor Chaudhary, médico e diretor do hospital da cidade, disse ao jornal Metro que todos os convidados da festa foram “identificados e isolados”, sendo a maioria assintomática. O exame da noiva deu negativo.

Fonte: Metrópoles

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.