Algumas pessoas na hora de procurar um apartamento para comprar se questionam: qual o melhor andar? Esse questionamento é importante pois, não será possível mudar de andar após encerrar o negócio. Portanto, é preciso analisar os benefícios e as desvantagens de cada uma delas antes de finalizar a compra de um apartamento à venda em Londrina que viu em algum anúncio.

Em andares mais altos, há menos barulho, com exceção dos grandes centros, onde há maior fluxo de pessoas, carros e transporte público. Já nos andares que ficam mais baixos, este é algo que não pode ser solucionado.

Porém, há algumas desvantagens em morar tão alto, por exemplo, quando ocorre a falta de energia elétrica , não tem outro meio de acessar o seu andar a não ser subindo pelas escadas.

Já nos andares que ficam mais baixos, as escadas se tornam aliadas para quem deseja se exercitar um pouco. Dessa forma, para pessoas de mais idade ou que sofram de algum problema na coluna ou no coração é ideal morar em andares mais baixos por causa da acessibilidade.

Em locais mais altos é possível obter vistas incríveis, mas isso irá depender da localização do imóvel, os apartamentos que são de frente pro mar costumam possibilitar uma vista paradisíaca. Além disso, ele proporciona mais privacidade sendo esse um dos principais motivos na tomada de decisão na escolha do andar.

Já para os andares mais baixos, a vista não é um diferencial, então é recomendado para quem fica mais tempo fora de casa ou que não dão importância para este fator.

Outra questão que precisa ser avaliada é o preço, pois quanto mais alto, mais caro. Já os apartamentos que estão localizados em andares mais baixos são mais baratos.

Os andares superiores costumam não sofrer tanto com a estrutura do prédio caso o mesmo venha a ser danificado.

Quando se trata da estrutura é preciso ter em mente que nos andares inferiores, há mais probabilidade de haver problemas como rachaduras e até mesmo infiltração, dessa forma, as obras dentro do imóvel podem começar mais cedo do que nos andares superiores.

Outra questão é a segurança, nos andares superiores ela é maior, pois as janelas podem ficar abertas, ventilando a casa a qualquer hora do dia, sem ter preocupação com invasões.

Já nos apartamentos localizados nos andares inferiores a segurança pode ficar um pouco comprometida, pois o imóvel pode ser acedido pela janela causando pequenos furtos ou vandalismos e além disso, eles costumam ser os primeiros a serem invadidos em caso de tentativas de assalto. Porém, essas situações são bem raras, vistos que condomínios fechados possuem câmeras de segurança e vigilantes 24h.

Caso a luz e ventilação do local são importantes pra você, o apartamento adequado para está localizado nos andares mais altos. Pois, quanto mais alto, tem mais luz.

Outro ponto positivo dos andares superiores é a ausência de insetos. A existência deles é extremamente mais baixa em apartamentos localizados em andares altos.

Mas há benefícios em morar nos andares inferiores. Em primeiro lugar, a sua locomoção é favorecida. Para sair ou voltar, será mais ágil e simples. Além disso, você não utilizará o elevador e por isso, o valor do apartamento poderá ser mais baixo.

Caso precise sair ou entrar no apartamento com muitas coisas, o fato de morar em um dos andares mais baixos deixa a atividade um pouco mais prática. Especialmente,  em caso de mudanças.

Outra questão a ser analisada é se há uma área que só a sua família terá acesso. Em poucos condomínios, as unidades localizadas no térreo possuem um pátio exclusivo. Em outros, as do último andar são duplex e possuem uma cobertura.

Essas diferenças são muito atraentes caso você tenha crianças ou animais de estimação, pois esses espaços possibilitam maior privacidade e segurança para que eles possam brincar a qualquer momento. Dessa forma, você não precisará ficar dependente dos horários e das regras estabelecidas nas áreas comuns.

Contudo, é possível buscar pelo meio termo e optar por um andar intermediário. Basta pesquisar com calma e encontrar uma boa imobiliária para te ajudar na busca.

Estes elementos citados acima são os detalhes importantes para a decisão de compra, verifique junto com seu parceiro(a) ou sua família qual é o melhor andar para comprar o apartamento e somente depois entre em contato com o seu corretor. Os corretores têm mais experiência e dessa forma podem te ajudar a tornar esse caminho mais tranquilo.

Além disso, se o espaço for um tamanho razoável é possível posteriormente construir uma piscina, ter um jardim ou instalar uma churrasqueira. Dessa maneira, além de desfrutar desses benefícios enquanto reside no imóvel, também valoriza seu imóvel para uma possível venda futuramente.

E, resumo,são imóveis em Londrina diferentes entre si e a escolha do andar que se adapta melhor para você está conectado ao seu estilo de vida e suas necessidades diárias. Quando for visitar o apartamento do seu interesse tente se imaginar morando ali, levando seus amigos e sua família. Tente não encerrar a negociação na primeira visita e procure visitá-lo em horários diferentes para ver questões como barulho, iluminação, vizinhança etc. O ideal é fazer tudo com muita calma para não fechar um negócio ruim.

Gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam quais os melhores andares para se adquirir um apartamento!

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.