A Secretaria Municipal de Educação está preparando a troca dos cadernos de atividades utilizados por cerca de 7 mil alunos da rede municipal que já foram preenchidos e estão em fase de correção. Os próximos cadernos serão distribuídos entre os dias 29, 30 e 31 deste mês, junto com vídeos que foram gravados com os professores nos últimos dias e estão sendo finalizados. Até lá, os pais e alunos estão recebendo gravações dos professores nos grupos de mensagens instantâneas de cada turma escolar para correção das tarefas.

Embora o governo do Estado esteja discutindo protocolos de retorno das atividades escolares presenciais no Paraná, por meio do Comitê de Volta às Aulas, ainda não há data prevista para a volta às aulas nas escolas públicas. Nesta quinta-feira, 9, aconteceu o primeiro encontro dos integrantes do comitê, quando foi apresentado o levantamento de materiais, insumos e itens de proteção individual que serão necessários para o retorno.

Na próxima semana o grupo será dividido por setor para construir a proposta final, que será apresentada nos últimos dias de julho às autoridades sanitárias do Estado. O retorno das aulas depende da definição deste protocolo, que após ser aprovado pelos epidemiologistas será adotado nas escolas de todo o Estado. A intenção é planejar a volta de crianças, jovens estudantes e profissionais da Educação às salas de aula de maneira organizada e segura.

Em Umuarama, com o caderno de atividades finalizado, a secretária de Educação, Mauriza de Lima Menegasso, informou que os professores têm motivado os pais e alunos a assistirem às aulas disponibilizadas em TV aberta pela Secretaria de Estado da Educação, por meio da TV Escola Curitiba. “Nós fazemos parte do Programa Aula Paraná, que fornece aulas online e também reprises diariamente. As escolas divulgam nos grupos de pais e alunos a grade com as aulas para que todas as séries possam acompanhar os conteúdos adequados”, explicou.

O recolhimento dos cadernos ainda não foi feito, de acordo com a secretária, “para que as correções sejam finalizadas e todas as dúvidas esclarecidas, e também por questões de segurança sanitária – afinal são cerca de 7 mil apostilas sendo manuseadas pelos alunos, familiares e depois pelos professores e funcionários dos estabelecimentos de ensino”, lembrou Mauriza.

Nesta quinta-feira, a Secretaria de Educação teve uma reunião com o Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19 (COE) Municipal para discutir um protocolo que garanta a segurança de pais, professores e servidores das escolas para a entrega dos cadernos e retirada dos novos materiais.

“Vamos dividir a distribuição por turmas nos três últimos dias do mês para reduzir o risco de aglomeração. Adotaremos todos os cuidados, como exigência do uso de máscara, distanciamento social e higienização das mãos com álcool gel 70%, entre outros, para minimizar o risco de contágio pelo coronavírus”, completou Mauriza. “Os pais podem aguardar com tranquilidade, pois as datas serão amplamente divulgadas, bem como a disposição das turmas para retirada dos materiais”, finalizou

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.