Autoridades da área de Saúde em Umuarama reforçam o apelo à sociedade para que sejam cumpridas as medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus, conforme determinam decretos municipais de situação de emergência, restrições e cuidados que devem ser observados pela população nas residências, locais públicos, comércio e prestação de serviço. Com apoio da Guarda Municipal, fiscais da Vigilância em Saúde trabalham diariamente na fiscalização e orientação aos estabelecimentos comerciais e moradias.

Entre quinta-feira, 9, e o último domingo, 12, dezenas de vistorias foram realizadas além do atendimento a denúncias de descumprimento das normas. As ações estão sendo intensificadas em decorrência do aumento no número de casos positivos de Covid-19 e do alto índice de ocupação dos leitos hospitalares destinados ao tratamento da doença – nesta segunda-feira, 13, nove dos 10 leitos de UTI disponíveis estavam ocupados, bem como metade das 30 vagas em enfermaria.

Na quinta-feira a equipe percorreu logradouros públicos, praças, ATIs, bosques, lagos, campos de futebol e similares, sinalizando-os com placas e fita zebrada para que as pessoas não ocupem os equipamentos nem formem aglomeração, seguindo as recomendações decretadas pelo município. Foram sinalizados o Lago Tucuruvi, Jd. Ouro Branco, Pq. Tarumã, Pq. Daniele, Jd. Porto Belo, Pq. Laranjeiras e Jd. São Cristóvão.

Houve denúncias e reclamações de desrespeito às medidas restritivas em bares, com pessoas aglomeradas jugando sinuca sem uso da máscara; estabelecimentos atendendo de portas fechadas, com mesas e clientes no interior; academia funcionando com artes marciais, festas em residência com diversos convidados e vários locais foram notificados na sexta-feira (bares na cidade e nos distritos de Serra dos Dourados e Santa Eliza, residências, postos de combustíveis, barbearias, uma conveniência e lanchonetes). Outros locais foram orientados, inclusive em Lovat, totalizando 41 ações de fiscalização e orientação em vários bairros da cidade e distritos.

No domingo foram mais 26 ações de natureza semelhante, realizando orientações e autuações. Um estabelecimento que comercializava carne assada sem alvará foi fechado pela fiscalização e um supermercado também foi infracionado pela Vigilância Sanitária por atendimento ao público e fechado pro orientação da Vigilância. No final da tarde, em conjunto com servidores da Secretaria de Esporte e Lazer e da Vigilância Sanitária, foram feitas orientações a frequentadores do Lago Aratimbó em relação à Covid 19. Nas proximidades do aeroporto, foram notificados vendedores ambulantes e em igrejas fiscalizadas as normas de prevenção estavam sendo observadas – poucos fiéis, distanciamento adequado e álcool gel disponível

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.