Marisa Dulcinéia dos Santos, 41 anos, irá a Juri popular na 1° Vara Criminal da Comarca de Umuarama nesta sexta-feira (18), onde responderá por duplo homicídio.

Detida desde 2017, na época a ré chegou a confessar o crime para o delegado do Departamento de Homicídios da 7° SDP.

O crime ocorreu na zona rural do município, na estrada Vermelha, que fica há sete quilômetros da PR-323. As vítimas, Magali Rodrigues Dias, 26 anos, e seu filho, 5 anos, foram brutalmente assassinados a facadas.

Para a polícia a mulher disse que não gostava do marido da vítima. Por isso, afirmou ter acordado disposta a matar o homem, acrescentando ainda que amolou a faca e foi até a casa da família. Chegando ao local, o marido da vizinha não estava, momento em que resolveu que não iria sair dali sem matar alguém.

Sem mostrar qualquer tipo de arrependimento relatou que primeiro pediu um copo d’agua e manteve assunto com a vítima, aproveitando de uma distração para atingi-la com dois golpes no peito e outro no pescoço, o menino que estava no quarto foi surpreendido e atacado também no pescoço.

Já na delegacia, na presença da imprensa, Marisa Dulcinéia alegou sofrer de doenças psicológicas.

Relembre o caso na reportagem em vídeo:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.