A coligação “Icaraíma de Volta ao Rumo Certo” (PSD/PODEMOS/PATRIOTA/PP) pede que a Justiça Eleitoral de Icaraíma a proíba a veiculação da pesquisa eleitoral sob nº PR-04180/2020, encomendada pelo atual prefeito e candidato à reeleição, Marcos Alex (PL), prevista para terça-feira (20/10).

Conforme a representação, o levantamento realizado pela empresa BRASLOPES Pesquisas pois dentro das justificativas informa que “não há no formulário apresentado pergunta destinada a analisar a intenção de votos para o cargo de vereador”.

Outro item abordado na ação diz respeito a margem de erro. Segundo a coligação “quando se afirmar que a margem de erro é de 6,06%, afirma-se também que os resultados poderão sofrer uma alteração de aproximadamente 12,12%, pois se permite um erro de 6,06% para mais e outro erro de 6,06% para menos”.

A oposição ao prefeito Marcos Alex também destaca que não houve registro da pesquisa PR-04180/2020 ao CONRE-4. “Conforme quadro abaixo extraído do site do Conselho Regional de Estatística da 4ª Região – PR/SC/RS (https://www.conre4.org.br/fiscalizacao-2020) pesquisa realizada na data de 17/10/2020 a pesquisa de Icaraíma – PR não estava registrada o CONRE 4”.

Para impedir que o levantamento seja revelado, a coligação ressalta ainda que “há fundado risco de dano irreparável com a divulgação da referida pesquisa já anunciada para o dia 20/10/2020, cujo perigo da mora é evidente, pois, uma vez divulgada e manipulado o consciente coletivo, não há mais volta, eis que já desequilibrado o pleito com a tendência a favor de um grupo político”, continua.

A representação, ao fim, também alega que “em cidades de pequeno porte como Icaraíma-PR, a divulgação causará alarde e influência relevante e perigosa na vontade dos eleitores, em especial aqueles adeptos ao “voto útil”, conclui.

A assessoria do prefeito Marcos Alex respondeu o questionamento do Umuarama News por meio de nota que abaixo na íntegra:
“Não há nenhuma irregularidade que macule o resultado da pesquisa em questão. A empresa contratada tem vasta experiência e muitos anos de credibilidade já comprovada, fato este que gera dúvidas sobre quais são os verdadeiros motivos do pedido de impugnação da pesquisa pela coligação Icaraíma de Volta ao Rumo Certo. Talvez seja apenas, o medo da dura realidade dos números que traduzem nada mais do que vontade do povo”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.