Após um envolvimento virtual com suposta adolescente, um morador de Goioerê perdeu a quantia de R$ 9.000 no chamado ‘golpe da donzela. O homem disse enviou ‘nudes’ para uma menina e depois disso passou a ser chantageado por um tio dela, sendo obrigado a efetuar o total de seis depósitos no valor de R$ 1.500 para a pessoa.

O homem, que é casado, não registrou boletim de ocorrência, mas aceitou contar a história para o Goionews, com o intuito de orientar possíveis vítimas sobre golpe.

Ele conta que a garota, identificada no perfil como moradora de uma cidade no Rio Grande do Sul, o adicionou no Facebook e a partir daí, conversaram e trocaram número de telefone do Whatsapp.

No aplicativo, a conversa evoluiu para a troca de ‘nudes’.

Denúncia

Um dia após o envio das fotos comprometedoras, um homem o procurou dizendo ser ‘tio’ da garota, afirmou que ela era menor de idade, e que iria denunciá-lo para a justiça.

Com isso, passou a chantagear a vítima e poderia não denunciar, caso depositasse uma quantia em dinheiro.

Inicialmente o golpista pediu R$ 15 mil, mas o morador de Goioerê disse que não tinha esse dinheiro, e após algumas conversas fechou acordo em R$ 9 mil, valor que foi pago em seis depósitos de R$ 1.500.

Depois disso, o chantagista chegou a pedir mais dinheiro, mas o goioerense bloqueou o contato.

Conforme o site, nesta semana uma outra vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil de Goioerê, onde recebeu orientações sobre como proceder. Ele garantiu que não realizou nenhum depósito.

NÃO DEPOSITAR

As autoridades orientam para que as pessoas não troquem ‘nudes’, nem mesmo com conhecidos. Depois, se for vítima de extorsão, para não realizar nenhum tipo de pagamento e procurar a polícia. Na maioria das vezes a menor nem existe (é um homem manipulando um perfil falso).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.