A Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou apoio aéreo na maior operação anual da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal no combate à lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, nesta segunda-feira (23/11). O apoio da PCPR aconteceu nos alvos situados em Paranaguá, no Litoral do Estado.

Mais de 200 ordens judiciais foram cumpridas simultaneamente em dez estados do Brasil, sendo o Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco.

A operação é uma das maiores da história, envolvendo a apreensão de cocaína nos portos brasileiros e uma das maiores organizações criminosas do país, especializada no envio da substância para Europa.

Durante a ação, foram sequestrados cerca de R$ 656 milhões em bens do narcotráfico, entre aeronaves, imóveis e veículos de luxo.

O esquema utilizado pelos criminosos consistia na lavagem de bens e ativos multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias pessoas (laranjas) e empresas fictícias, a fim de dar aparência lícita ao lucro do tráfico.

Durante as investigações, que duraram três meses, os agentes federais apreenderam 50 toneladas de cocaína em portos do Brasil, da Europa e da África. Tratando-se de um importante trabalho de integração entre a Polícia Federal e a Receita Federal na repressão ao tráfico internacional de drogas nos portos nacionais.

Em continuidade às ações de cooperação internacional, foram expedidas difusões vermelhas na Interpol para a prisão de oito investigados que estão no exterior, bem como a identificação e sequestro de bens em outros países.

 

Divulgação

Fonte: PCPR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.