Confronto entre GARRAS (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), DP de Ponta Porã (MS) e membros de uma facção criminosa deixou pelo menos oito mortos na cidade sul-mato-grossense, que faz divisa com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A polícia recebeu informações de que bandidos do PCC estariam escondidos em uma residência da cidade e foi ao local. No local, oito homens receberam os policiais civis a tiros.

Além das oito mortes, a ação resultou ainda na apreensão de sete armas – dois fuzis e cinco pistolas, além de três carros, sendo que um deles é blindado. A polícia trabalha para identificar os mortos, pois alguns deles estariam usando documentos falsos.

Conforme informações policiais, há suspeitas de que a presença de criminosos na casa, em Ponta Porã, tenha relação com a tentativa de resgate de um brasileiro, integrante do PCC, na Delegacia de Pedro Juan Caballero, na noite de domingo (10).

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.