Um dos organizadores do sequestro do cantor gospel Wellington Camargo, irmão da dupla sertaneja, Zezé Di Camargo e Luciano, Ozélio de Oliveira, foi morto em confronto com o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), na noite da última sexta-feira (8), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

Ozélio foi um dos 29 fugitivos da Penitenciária Estadual de Piraquara, também na Região Metropolitana, em 2018. Líder de uma facção criminosa, condenado há mais de 108 anos de prisão por crimes como roubo, homicídio, ele conseguiu escapar depois que bandidos explodiram o muro da penitenciária.

Sequestro

Wellington Camargo foi sequestrado em dezembro de 1998, em sua casa, no Jardim Europa, em Goiânia, por quatro homens armados. Os bandidos fizeram o primeiro contato com a família cinco dias depois.

Na madrugada do dia 13 de março de 1999, os sequestradores enviaram um pedaço da orelha de Wellington à uma emissora de televisão de Goiânia e um bilhete para pressionar a família a pagar o resgate.

O resgate, no valor de R$ 300 mil foi pago no dia 20 de março. No dia seguinte, Wellington foi deixado pelos sequestradores dentro de um buraco de 150 metros. Ele foi encontrado por motociclistas.

Em 23 de março de 1999, três dias após o pagamento do resgate, sete dos dez acusados de participarem do sequestro foram presos em Campo Grande (MS).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.