Ricardo Barros (PP-PR), o líder do governo Bolsonaro na Câmara, afirmou que a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) “não é assunto de Governo”.

A resposta foi dada pelo deputado Ricardo Barros quando foi questionado pelo Estadão sobre o posicionamento do governo em relação à prisão do parlamentar.

Barros comentou, em entrevista à CNN na última sexta-feira (19), a decisão da maioria dos deputados de manter a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele afirmou que não houve interferência governamental e criticou a maneira como o STF conduziu o caso.

“O Governo não se articulou nessa votação, foi um impasse entre Legislativo e Judiciário. O presidente (Jair Bolsonaro) não se manifestou, eu como líder do governo votei pela soltura. Não que eu concorde com o que ele falou, mas não posso aceitar a decisão do STF, que não tem valor jurídico e legal, foi uma excepcionalidade que não podemos aceitar”, afirmou Barros à CNN.

O deputado Daniel Silveira gravou um vídeo com críticas contra os integrantes do Supremo. Com base no vídeo, o ministro Alexandre de Moraes expediu um mandado de prisão em flagrante por crime inafiançável contra o deputado, na quarta (17), por unanimidade, o plenário do Supremo ratificou a decisão de Moraes.

A prisão foi determinada no âmbito do inquérito sigiloso que apura ameaças, ofensas e fake news disparadas contra ministros do STF e seus familiares.

Divulgação: Saiba Já News

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.