A morte de um homem de 71 anos ocorrida em janeiro após um período de internamento no Hospital Uopeccan, atribuída a complicações em decorrência da Covid-19, teve comprovação nesta terça-feira (23), pela Secretaria Municipal de Saúde.

É a 86ª vítima da doença em Umuarama desde a primeira morte provocada pelo coronavírus, em 29 de abril de 2020. O número de casos voltou a aumentar na Capital da Amizade. Nesta terça foram confirmados mais 36 mulheres, 32 homens e três crianças com Covid, totalizando 71 casos novos e elevando para 7.470 o total de diagnósticos positivos desde o início da pandemia.

Desse total, 4.646 pacientes conseguiram se recuperar e 86 morreram. Atualmente, 2.726 pessoas infectadas estão em isolamento domiciliar, 29 seguem internadas (cinco em UTIs e 24 em leitos de enfermarias) e há ainda 2.220 umuaramenses com suspeita de infecção pelo coronavírus – três delas hospitalizadas.

As notificações de síndromes gripais soma 19.616 a partir de março do ano passado, das quais 9.926 foram descartadas para a doença. Nos hospitais, a ocupação de leitos segue alta: 18 das 20 UTIs contratadas pelo SUS estão utilizadas (90%), bem como 28 dos 30 leitos de enfermaria (93,3%) contavam com pacientes de Umuarama e região nesta terça-feira.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.