O instituto de meteorologia Climatempo fez um alerta, nesta terça-feira (30), para a possibilidade da formação de um furacão na costa Sul do Brasil, o que inclui o litoral paranaense. A previsão preocupa moradores dessas regiões.

Segundo o instituto, uma área de baixa pressão atmosférica se intensifica na costa Sul do país e se desloca em direção à costa do Sudeste. Porém, os meteorologistas estão intrigados com o movimento retrógrado que esta baixa pressão faz, voltando do mar em direção ao continente.

Foto: Reprodução
Os ciclones extras e subtropicais que se formam normalmente (e com frequência) na costa brasileira se deslocam para alto mar, se afastando do continente, ainda de acordo com o Climatempo. Entretanto, alguns modelos meteorológicos indicam que após se afastar do continente, o ciclone deve se aproximar novamente da costa após o dia 3 de abril – e é isto que está deixando os meteorologistas com a “pulga atrás da orelha”, já que este movimento do mar para o continente é típico de furacões.

Ao se depararem com esta sugestão dos modelos de previsão de vento e pressão, os meteorologistas não poderiam deixar de lembrar do Catarina, o único furacão até agora comprovadamente formado na costa do Brasil. Este sistema se originou de um ciclone extratropical, entrou em águas quentes e ganhou energia para se transformar em um furacão, que avançou para costa do Sul do Brasil causando destruição.

Além disso, o fato de estarmos no mês de março deixa os meteorologistas ainda mais em alerta, já que esta é uma época em que o mar está quente, por ser o mês do fim do verão.

Fonte: Banda B

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.