PCPR realiza primeira prisão do crime de cyberstalking no Paraná

O indivíduo que comete este crime pode ter reclusão de 6 meses a 2 anos, podendo chegar a 3 anos.

3 de abril de 2021 11h05
Caso foi registrado pela Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu, mas inquérito foi arquivado por se tratar de um acidente — Foto: Divulgação/PCPR

A PCPR chegou ao suspeito após uma denúncia da vítima. A mulher, de 26, conheceu o suspeito no final de 2019, através de um grupo de mensagens. Em 2021, os dois teriam trocado fotos íntimas e o suspeito estaria usando as imagens para ameaçar e perseguir a vítima.

De acordo com as investigações, o indivíduo passou a exigir que a mulher mantivesse conversas com ele e que tivessem um encontro para terem relações sexuais. O homem foi preso em flagrante e encaminhado à carceragem do Centro de Triagem.

STALKING- A Lei incluiu no Código Penal o crime de perseguição, o ato consiste em perseguir alguém, restringindo a capacidade de locomoção, invadindo e perturbando a esfera de liberdade ou privacidade.

O indivíduo que comete este crime pode ter reclusão de 6 meses a 2 anos, podendo chegar a 3 anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.