A ex-mulher do vereador Jairo Souza Santos Júnior (Solidariedade), conhecido como Dr. Jairinho, Ana Carolina Ferreira Netto, mãe de dois dos três filhos dele, será ouvida oficialmente no inquérito que apura a morte do enteado do parlamentar, Henry Borel Medeiros, de 4 anos, que faleceu no último dia 8, filho da atual mulher do médico, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva.

Únicos no apartamento, o casal sustenta que foi acidente doméstico. Ana Carolina denunciou agressões feitas pelo ex-marido em 2014, em inquérito que foi arquivado sem investigação e sem respaldo da Justiça.

A investigação foi aberta em junho de 2020, quando o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) pediu à 16ª DP (Barra da Tijuca) para apurar supostas agressões do médico contra Ana Carolina.

Em janeiro de 2014, ela foi à delegacia e relatou que fora agredida pelo parlamentar no apartamento do então casal, na Barra da Tijuca, zona este do Rio, por socos e pontapés, no dia 29 de dezembro de 2013, conforme registro de ocorrência ao qual o Metrópoles  teve acesso.

A polícia espera, com o depoimento, estabelecer algum padrão de violência na conduta do vereador, uma vez que Ana Carolina declarou que ele sempre foi violento e que o pai de Henry, Lionel Borel, mencionou o medo que Henry nutria pelo padrasto, que “tinha um abraço forte”.

O laudo de necropsia no corpo de Henry aponta a causa da morte do menino por hemorragia interna e laceração hepática, provocada por ação contundente, tratadas como graves e violentas por especialistas, o que reforça a tese de que houve violência no apartamento e não acidente doméstico, como alegou o vereador

Fonte: Metrópoles

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.