Um homem de 26 anos acabou morto após se envolver em um confronto armado com a Polícia Militar, no início da madrugada desta quinta-feira (08), no município de São Tomé, pertencente à microrregião de Cianorte.

Uma equipe da PM realizavam patrulhamento no município, e por volta da 1h da madrugada, receberam uma denúncia de que em uma residência abandonada na Rua Prefeito Salvador Sanches estaria sendo utilizada como local de depósito para objetos roubados e reunião de meliantes.

Os militares realizaram o adentramento para verificação da denúncia e notaram a aproximação de um homem, que vinha da parte de trás do terreno em direção da casa com uma arma de fogo em punho, o qual, ao receber a ordem de abordagem, apontou o revólver para os policiais, que para repelir a iminente e injusta agressão foram efetuados disparos em sua direção.

Ainda com a arma em mãos, o homem conseguiu pular uma pequena mureta e acessar uma área na parte externa do imóvel abandonado, ocasião em que novamente tentou efetuar disparos contra os policiais. Assim, houve novo confronto até que fosse cessada a possibilidade de atentado contra a vida dos militares.

Com a aproximação foi notado que o indivíduo se encontrava com sinais vitais e foi apreendido com ele um revólver da marca Taurus, calibre .32, com cinco cartuchos, quatro deles intactos e um picotado.

Imediatamente os policiais solicitaram atendimento e socorro. Compareceram no local, médico e enfermeiros do Hospital de São Tomé, que constataram o óbito. O local foi isolado e acionados os demais órgãos para eventuais perícias.

O indivíduo identificado já era conhecido no meio policial, pois possui diversas passagens por furtos qualificados, tráfico de drogas, lesão corporal e, inclusive, na última segunda-feira (05), ele fora detido com uma arma de fogo.

O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal para o exame de necropsia e, posteriormente liberado para os atos fúnebres.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.